30/12/2011

Samhain - o Ano Novo das Bruxas

Samhain

Samhain é um festival celta comemorado no Hemisfério Sul na noite de 30 de abril para 1° de maio e no Hemisfério Norte em 31 de outubro. " No Dia das Bruxas?" 


Sim! Ele é o ritual que deu origem ao Dia das Bruxas! Ele é comemorado no meio do Outono, representa a Terceira Colheita. E marca o Ano-Novo Celta. Foi cristianizado como o dia de Todos os Santos e Finados, porque honramos nossos Ancestrais neste dia em que o véu que separa os mundos torna-se mais tênue. O acesso ao Outro Mundo está mais fácil. 


Mais uma vez a Igreja se valeu dos ritos pagãos, porém como ela não segue a Natureza e seus ciclos, instituiu suas celebrações e datas religiosas independente das energias cósmicas e telúricas presentes em cada festival pagão de acordo com as estações do ano. Portanto, as celebrações cristãs ficam nas mesmas datas tanto no Hemisfério Sul quanto no Norte. Mas o caminho espiritual que tem como base a Natureza não pode ficar alheio às suas energias e precisa celebrar em concordância com elas,embora ainda haja uma polêmica por parte de alguns pagãos sobre “inverter” a Roda do Ano. Mas se formos observar os rituais indígenas, veremos que suas comemorações são sempre em função dos ciclos da Natureza que estão vivendo. E quer povo mais próximo à Natureza do que os índios? Porém, os que gostam de seguir a roda em sintonia com o HN têm seus motivos e devem ser respeitados. O mais importante é ritualizarmos de acordo com o que nos identificamos, com o que ressoa dentro de nós com verdade. Por isso deixemos as polêmicas de lado e respeitemos as decisões de cada um. 


Bom, voltando à Samhain, embora possa parecer que seja um festival triste ou de invocação de espíritos, não é nada disto, muito pelo contrário. É um ritual de celebração de nossos ancestrais e de alegria porque depois do fim, vem o recomeço, depois da morte vem o renascimento, e a roda continua a girar, marcando o começo de mais um ano. Por que nesta data se comemora o fim e o recomeço de um novo ciclo? Porque esta é a época em que a Deusa, como Anciã, mergulha na escuridão. A Deusa vai ao mundo das sombras a procura de seu amado, o Deus que se sacrificou para que a vida continuasse a existir. Eles se encontram e se amam concebendo a Criança da Promesa que renascerá no próximo Solstício de Inverno, que no Hemisfério Norte cai no Natal, correspondendo assim, Jesus, à Criança da Promessa da Antiga Religião. 


Vários Deuses são identificados com esta época do ano, entre eles, Ísis e Osíris, Morrigan e Dagda, Peséfone e Deméter, Inanna, Hécate, Cailleach, Baba Yaga. Na Tradição da Deusa a maioria celebra a Deusa celta Cerridwen, a detentora do Caldeirão Sagrado da transmutação e da sabedoria. No Druidismo e Reconstrucionismo Celta este ritual é dedicado à Morrighan, Dagda e Manannán Mac Lir. Mesmo que você não siga nehum destes caminhos, você pode aproveitar a noite de Samhain para fazer preces para os seus ancestrais, queimar um papel com tudo que não quer mais em sua vida, abrindo-se para o novo; queimar folhas de louro com outro papel contendo seus desejos, lembrando-se sempre de não prejudicar ninguém, nem interferir no livre-arbítrio de outrem. Samhain também é o período de abraçar a sombra, isto é, mergulhar no autoconhecimento e transformar o que precisa ser transformado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Dállia Negra - 2016 | Template feito por: Adorável Design | Imagens de ícones e imagem do cabeçalho por: Jaque Design