31/10/2012

Earthbound e o caso Paula

06

Por favor, me ajudem! Estou divulgando isso porque estou desesperado. Uma amiga minha chamada Paula desapareceu na semana passada e a única pista que tenho é o notebook dela, encontrado descarregado no banheiro pelos pais, que também estão completamente desesperados.

Como sempre fomos muito amigos, eu tinha a senha do Facebook dela e imaginei que fosse a mesma do notebook e tive a sorte de estar certo. Então eu liguei ele para ver se encontrava alguma pista, qualquer coisa. Tudo estava normal, tirando uma coisa: O desktop dela, que sempre foi cheio de jogos, tinha apenas uma imagem chamada I see you e um texto incompleto que vou mostrar agora para vocês: 

 Meu nome é Paula, tenho 21 anos e digamos que eu possa me considerar gamer, escrevo esse texto para que alguém possa me ajudar de alguma forma, estou desesperada, aqui contarei o que aconteceu comigo nos últimos meses, bem, eu sempre gostei dos consoles da Nintendo e há dois meses, no dia do meu aniversário, um amigo muito próximo meu resolveu me presentear com um jogo que eu gostava muito: Earthbound.

Até ai tudo ótimo, fiquei feliz pois adorava o jogo e já tinha zerado ele uma vez. Como eu tinha o final de semana todo livre eu dividia entre sair com meus amigos e jogar um pouco para relembrar minha infância, mas coisas estranhas começaram a acontecer desde então. 

 O primeiro dia, tirei meu SNES empoeirado do armário e abri um sorriso, senti um sentimento de nostalgia enorme, soprei a fita só pra sentir de novo a emoção de começar um jogo e a coloquei no console. Tudo normal até ai, o jogo rodava perfeitamente. 

 A medida que ia jogando, ia ficando mais viciada e em todo tempo livre que tinha eu jogava, as vezes faltava a faculdade e me trancava no quarto. Minha mãe começou a me encher muito, falando que eu estava exagerando e que meu comportamento tinha mudado, antes eu me revoltava com ela, agora eu vejo como mudei. 

 Primeira semana foi uma maravilha, não sentia dificuldades por já lembrar bem das coisas do jogo, na segunda semana ele começou a travar, as vezes eu tinha que desligar e soprar a fita várias vezes. E com as travadas vieram os pesadelos. 

 Eram pesadelos que eu nunca tive antes, eu estava em uma espécie de maca, tinha fios e canos por toda parte, sentia algo gelado arrepiando meu pescoço e algumas pontadas na mão. Acordava com marcas, furos nas costas da minha mão e nos meus pulsos. No começo nem liguei, os furos eram pequenos e pareciam picadas de insetos. 


 Já nas outras semanas eu ouvia sussurros, por toda a parte, não só quando eu estava dormindo, pareciam chamar meu nome, isso me dava um medo insano, uma paranóia estranha. Eu não tinha associado isso ao jogo de primeira, pois ele continuava normal, mas comecei a relacionar logo quando estava chegando perto do fim. 

 O jogo tinha algumas cenas que eu não me lembrava que tinham, como aparições da personagem Paula (minha xará) em lugares que ela normalmente não aparecia no jogo, e ela simplesmente estava lá, parada, sem fazer nada, não era possível interagir de forma nenhuma com ela. Outras cenas ela apenas falava: I see you. 


Era hora da batalha contra o Giygas, de acordo com muitos, um dos chefões mais perturbadores do mundo dos games, para mim era apenas um boss normal. Resolvi fazer algo de diferente, coloquei meu dvd player para gravar a luta. Quando subi o caminho orgânico em direção ao Giygas, esperando a aparição de Pork, me surpreendi quando vi a Paula para lá, do mesmo jeito que tinha visto em outros lugares do game. Não tinha como passar daquela parte do jogo, já estava quase desistindo quando a Paula resolveu falar, mas era uma voz mesmo, e surgia da minha cabeça, dizia: I see you. 

 O jogo pulou direto para a batalha contra o Giygas. Parecia tudo normal, mas eu já estava tremendo de medo e pensando em desligar tudo, mas algo me mantinha ali, parada, apertando os botões, algo me movia a derrotar o Giygas. Percebi que algumas opções de batalha sumiam a cada turno, e depois apareciam, isso atrasava um pouco minha luta contra ele, mas como isso só acontecia quando dava umas travadas, resolvi relevar. Eu estava perdendo muito HP, tinha quase certeza que não ia conseguir derrotá-lo, fui ficando nervosa, com medo, as vezes levava o dedo para desligar a TV mas hesitava, comecei a suar frio, uma das opções na luta contra o Giygas era o Pray, e essa opção só começou a aparecer quando eu estava quase para perder, cliquei nela e comecei a realmente rezar para que tudo aquilo passasse e eu pudesse ter minha vida normal de novo, fui ficando cada vez mais tonta, algo estranho parecia percorrer minhas veias, o sussuros voltaram, acabei adormecendo. 

 Não sei quanto tempo passei dormindo, mas tive pesadelos que me deixaram perturbada, era uma parede com sangues por toda parte, barulhos de facas, coisas cortantes. Acordei e rapidamente olhei para a tela de jogo, aquilo me assustou e abafei um grito. Era a personagem Paula, toda ensanguentada, parecia olhar para mim, apesar da baixa qualidade gráfica do jogo, podia-se perceber uma cara de desespero, comecei a chorar de medo e desespero, aquilo não era normal, tudo parecia um sonho, o jogo desligou sozinho e então vi uma luz no teto, parecia querer me puxar, corri desesperada para a sala, apesar de desconhecer o que era aquilo, minha mente pensava o tempo todo: são eles, eles que vieram te buscar. Eu não parava de chorar, minha mãe ainda não tinha chegado do trabalho e eu sentia que podia ser sequestrada a qualquer momento, a primeira reação foi tentar ligar para alguém, meu celular não pegou, então corri com o notebook para o banheiro para escrever essa mensagem, preciso d

Leia Mais

30/10/2012

Cartões postais antigos de Halloween













Leia Mais

29/10/2012

Halloween da Disney


Nos EUA o Halloween é levado a sério. Não a sério como os evangélicos levam, mas a brincadeira é levada a sério!

Lá até as crianças já podem aprender a gostar de terror, e descobrir que ele pode ser uma forma de diversão!
A Disney é um grande exemplo disso. Desde 1929 quando fazia desenhos em preto e branco, já fazia desenhos especiais no halloween.

Veja 4 desenhos antigos de Halloween, clássicos da Disney!
















Leia Mais

27/10/2012

Símbolos do Halloween



Os símbolos do Halloween costumam ser figuras relacionadas à monstros, personagens assustadores e imagens que provocam medo. Embora muitas imagens sejam usadas na data, a tradição aponta para alguns símbolos clássicos, como poderemos ver nas imagens abaixo.



Abóbora: um dos símbolos mais representativos do Dia das Bruxas. Nos Estados Unidos é comum acender uma vela e colocar dentro da abóbora na noite do Dia das Bruxas. 


Gato preto: desde a Idade Média os gatos pretos são relacionados às bruxas. Existe um grande misticismo em torno dos gatos de cor preta. No Brasil é, de acordo com a cultura popular, relacionado ao azar. 

Bruxa: um dos principais símbolos do Halloween. 


Fantasma: por representar o susto e o medo também é um símbolo tradicional da festa.
Morcego: tem a imagem associada ao Drácula e, portanto, também é uma figura presente na data. 

Drácula: personagem muito popular por gerar medo em muitas pessoas é tradicional no Dia das Bruxas. 

Frankstein: outra figura monstruosa tradicional do Dia das Bruxas 



Castelo Mal Assombrado 

Cemitério 

Lua Cheia 


Lobisomem 

 Caveira 

Caldeirão da Bruxa 

Caixão

 Aranha Negra

 Túmulo de cemitério 

Múmia 

Caveira com foice (símbolo popular da morte)
Leia Mais

24/10/2012

Túnel Macabro Na Rússia


Um misterioso túnel localizado na Rússia onde inexplicáveis acidentes acontecem com frequência. 

 Preste muita atenção no trecho do vídeo entre '0:56 e 1:07'

Leia Mais

23/10/2012

Fafrotskies - Chuvas Estranhas



Dentre tantos fenômenos inexplicáveis que ocorrem em nosso mundo, um em especial anda ganhando atenção nos últimos tempos por sua intrigante e peculiar forma de manifestação. 

Este, chamado de "Fafrotskies" (abreviatura em inglês de "fall from the skies"), basicamente é descrito como chuvas de objetos que, ao longo dos tempos, têm sido vistos caindo do céu em diversas partes do mundo. Utilizada pela primeira vez pelo biólogo e ufólogo Ivan Sanderson, essa denominação se divide em duas categorias: orgânicas e inorgânicas. As do primeiro tipo incluem peixes, rãs, enguias, sapos, cobras, vermes, formigas, fungos, carne e sangue de animais. Já das inorgânicas fazem parte os tijolos, chapas metálicas, balas, pregos, carvão, neve fosforescente e os chamados cabelos de anjo (estranhas substâncias – consideradas por alguns ufólogos como orgânicas – que caem do céu e sublimam em seguida). Tais elementos caem sozinhos ou em chuvas, mas quase sempre em lugares de céu claro e limpo.

 Em casos raros, são coletados para análise e armazenados em recipientes herméticos que, ao serem abertos, desprendem mau cheiro. Entretanto, até o momento, não foram encontradas explicações plausíveis e conclusivas para esses fenômenos. 
Alguns tentam explicar tais fenômenos alegando que os objetos caem do céu por conta da força de algum tornado, outros que são restos de comida de pássaros que sobrevoavam os locais, mas dezenas de casos que ocorreram pelo mundo todo (inclusive no Brasil) ainda estão sem solução. À seguir, os mais famosos: 

 Linha do Tempo de Fafrotskies inexplicados:

 - Fafrotskies de Peixes 

1828: Joseph Muse alegou ter visto uma chuva de centenas de peixes de 10 ~ 18 cm de comprimento em Maryland, Cambridge. 

 1830: Peixes em decomposição "choveram" do céu na Índia. 1833: Em Fatehpur, também na Índia, 3000 ~ 4000 peixes desidratados caíram do céu. Agosto de 

1918: Nos arredores de Sunderland, também no Reino Unido, enguias mumificadas caíram do céu durante dez minutos. 

 1989: Durante uma garoa em Ipswich, Queensland (Austrália), Sardinhas começaram a cair do céu. Harold Degen, morador local, disse que a grama de seu quintal desaparecera sob a montanha de cerca de oitocentas Sardinhas que se formara ali. 

 - Fafrotskies de Sapos 

1922: Segundo o jornal Daily News do dia cinco de Setembro, uma chuva de sapos foi presenciada pelos moradores da cidade de Châlons-sur-Marne (atualmente chamada de Châlons-en-Champagne) durante dois dias. 

 12 de Junho de 1954: Silvia Mawdy refugiava-se com seu casal de filhos pequenos da chuva em Sutton Park, situado na cidade de Birmingham, quando disse ter presenciado uma chuva de sapos. Ela contou que os sapos caíam contra os guarda-chuvas das pessoas e depois para o chão, pulando ensandecidos, enojando os transeuntes. 

 1969: Segundo uma colunista de um renomeado jornal britânico, na cidade de Penn, situada em Buckingamshire, ocorrera uma chuva de sapos por lá também. Ela relatou o estranho fenômeno ao jornal London Sunday Express. 

 - Fafrotskies de Jacarés 

1877: Segundo o jornal The New York Times, J.L Smith contou que jacarés de cerca de 30 cm de comprimento caíram do céu em seu pomar, na Carolina do Norte. Ele contou também que eles pareciam ilesos e ao caírem, começaram a andar por lá como se nada tivesse acontecido. 

 1893: Na curva entre as ruas Wentworth e Anson, na cidade de Charleston (Carolina do Sul), um único jacaré foi visto caindo do céu.

 - Frafotskies de Tartarugas

 11 de Maio de 1894: Segundo constou na revista Nature (publicada em 1930) uma tartaruga caiu do céu presa dentro de um pedaço de gelo, em Bovina, Mississipi.

 - Frafotskies de Insetos 

1811: Uma quantidade enorme de lagartas caiu do céu no Reino da Saxônia (reino que existiu durante 1806 até 1918 na Alemanha). 

 Maio de 1858: A revista Annales de la Societe Entomologique de France relatou que larvas de Besouros rinocerontes caíram do céu aos montes em Mortagne, na França.

 - Frafotskies de Pássaros 

Novembro de 1896: Pássaros mortos foram vistos caindo do céu de Baton Rouge, Louisiana, em grande quantidade. Era um misto de espécies no qual haviam patos, pica-paus e andorinhas. 

 - Frafotskies de Sangue, cabelos e carne 

- Primeiro de Agosto de 1869: Em um dia ensolarado no estado de Los Nietos (Califórnia), durante três minutos uma chuva torrencial de sangue, cabelos e carne humana caiu do céu na fazenda de J. Batson. A área coberta pelos restos chegava a 8000 km² e parte dos cabelos chegava à 6 cm de comprimento. 

 27 de Agosto de 1968: Durante cerca de cinco minutos, na área de 1 Km que se extende entre Caçapava e São José dos Campos (isso mesmo, aqui no Brasil!) houve uma chuva de sangue e carne. 

 Na Índia um pedaço de gelo do tamanho de um elefante caiu do céu, chegando a ser registrado no Annual Report of the British Association for the Advancement of Science, e em Ramsgate houve uma chuva de 40 ~ 50 moedas de dinheiro. Nos EUA houve relatos até de nuvens de dólares que caíram do céu. Policiais apreenderam as notas e calcularam o valor total delas, concluindo que chegavam a sete mil dólares. Curiosamente, o dinheiro jamais foi requerido, como se não houvesse dono. 

 Veja algumas fotografias de supostos Fafrotskies de peixes:




Leia Mais

22/10/2012

Exumação



A exumação e o translado de restos mortais são serviços funerários muito requeridos nos cemitérios, públicos e particulares.

 A exumação consiste em condicionar os restos mortais, após a decomposição natural dos tecidos, em uma caixa, geralmente de fibra.

 As exumações podem ser requeridas administrativamente ou judicialmente, pelos herdeiros ou pelas autoridades.

 Os corpos sepultados em sepulturas temporárias (catacumbas ou covas rasas), que têm o prazo de arrendamento de três anos em média, são exumados após o término do mesmo, sendo condicionados em caixas, cabendo aos herdeiros escolherem seu destino (por meio da transladação), que é a cremação ou o sepultamento em uma sepultura perpétua.

 Se a família não se manifestar após o final do prazo de arrendamento, a administração de cemitério em qualquer município pode incinerá-los ou até mesmo doá-los para instituições e estabelecimentos científicos de ensino ou pesquisa, mediante convênios previamente aprovados pela Diretoria de Controle Funerário Local.

 Apesar disso, não fica especificado no decreto se a administração do cemitério pode ou não efetuar tal incineração sem avisar a família ou o pagante do funeral, o que gera diversas ações judiciais em face dos cemitérios que efetuam tal exumação sem o dito aviso.

 Videos de Exumações Reais

Esse primeiro vídeo foi o mais comovente de todos. A Família acompanhou a exumação e chorou diante dos restos mortais da velha senhora. Essa retirada aconteceu em Itabaiana, e foi uma das mais detalhadas


Exumações Coletivas



Exumação Religiosa

 Muito praticada pela igreja durante beatificações, e outros processos. Muitos religiosos foram exumados incluindo o corpo do Papa João Paulo II. Veja no vídeo a exumação de Padre Pio.



Exumação do Corpo da Irmã Dulce antes da Beatificação.




Exumação do corpo de João Paulo II

Leia Mais

20/10/2012

Username 666



Existe um video no Youtube chamado Username666. Nesse video acontecem coisas estranhas... Primeiro de tudo a pessoa que fez o video coloca no URL do Youtube assim: www.youtube.com/666, logo em seguida ele busca por essa conta 666, logo Youtube diz que essa conta foi suspensa, o cara fica atualizando a pagina até, que começa acontecer coisas estranhas.


Leia Mais

19/10/2012

Creepypasta Brasileira: O Espaço Da Fé


Foi na metade do ano de 1995 que um evento intrigante e bizarro aconteceu aqui na minha cidade.

Aqui no Brasil, mesmo com o avanço da televisão nas casas, era normal as famílias terem um aparelho de rádio para ouvir estações de música e as vezes noticiários.

Porém na minha região eu e meus amigos daquela época tínhamos o costume de procurar rádios piratas. Normalmente a qualidade do som era péssima e as conversas eram voltadas sobre equipamentos ou sobre outros assuntos em relação como fazer uma transmissão de radio.

Mas havia algumas rádios mais undergrounds que tocavam um rock mais pesado porém eram bem raras e de péssima qualidade. Contudo, a nossa programação favorita era “O Espaço da Fé”.

Era um programa evangélico sem hora certa. Nesse programa o apresentador que devia ser um pastor ou algo assim, falava com sua voz nervosa e acusativa sobre pactos e acordos satânicos das celebridades.

Alguns amigos mais novos acreditavam, porém eu e outro que éramos mais velhos, dávamos risada e ficávamos observando inocência do povo. O cara tocava as músicas de trás para a frente, e alegava que os ruídos bizarros eram frases. Cada um de nós tinha geralmente uma ideia do que o som deveria significar, enquanto o apresentador da rádio dizia que conseguia ouvir outra frase claramente na música, sendo que normalmente não batia com as nossas.

Com o tempo começamos a fazer o jogo de quem adivinhava que o radialista estava ouvindo. Alguns meses depois de termos descoberto esta frequência, ele começou um novo programa, algo mais light, um programa onde supostamente pessoas que estavam, ou fingiam estar desesperadas ligavam para esse ele, pedindo conselhos ou ajuda.

Os problemas iam desde um gatinho desaparecido (rimos muito do tal clichê) ao extremo de um filho que tinha levado tiro de doze na cara mas ainda estava vivo. Então com sua voz imponente e intimidadora o pastor falava que o infortunado precisava aceitar Jesus na sua vida senão o Diabo ainda teria direito de fazer males cada vez pior.

Algumas semanas depois começaram as ligações de agradecimento, dizendo que milagres tinham acontecido, sendo normalmente coisas extremas, como ter se curado da Aids (na época a gente nem sabia o que era isso direito), recuperado a fertilidade (o cara com voz de vô disse com essas palavras), entre outras bizarrices que não consigo me lembrar.

Mais para metade do outro ano começou uma história de fazer exorcismo pelo telefone. Ouvimos algumas pessoas meio que chorando, pedindo para serem exorcizadas. Eu ria disso porque parecia mais com um programa de comédia do que algo sério…

Porém. Teve uma noite que após ter garantido um emprego à uma mulher caso ela se convertesse, o suposto pastor atendeu uma garota que tinha em torno de 15 a 17 anos (estou chutando pelo que lembro da voz). Bem, o Dialogo foi mais ou menos assim se não me falha a memória.

Garota: Boa noite senhor! (Pensamos que ele iria dizer de novo que senhor era só Deus)

Radialista: Boa noite filha de Deus!

Garota: Todos somos…

Radialista: Mas o que vem procurar aqui minha jovem? Qual o mal que lhe aflige?

Garota: Tem gente que vem falando algumas mentiras sobre mim e sobre minha família… Me sinto perseguida.

Radialista: Filha, aceita Jesus que ele ira realizar um milagre em sua vida.

Garota: O povo me culpará de qualquer forma… Não tem escapatória. Eles não aceitam a responsabilidade por suas ações…E ainda tem gente que promove isso.

Radialista: Os impuros que o fazem, pagaram por isso.

Então começou uns barulhos e interferência no telefone da menina.

 Garota: O mal irá levar todas essas pessoas para pagar pelos seus crimes e pecados.

Radialista: Quem não tem a piedade do Senhor no coração sentirá a fúria da chamas das trevas.

Garota: Ódio também pode ser considerado.

Radialista: Qualquer um que use mentiras em proveito de si próprio será punido.

 As interferências ficaram mais fortes quando ele afirmou a punição pela segunda vez… Começamos então a ouvir vozes. Todos ficamos tensos, ouvindo o rádio.

 Garota: Então todas mentiras você falou sobre diversas pessoas me dá liberdade para te levar para sua posição. Você semeia o ódio de todas as formas, porém suas mentiras já não funcionam como antigamente… Além de andar me desafiando….

Radialista: Garota, pare com essa brincadeira.

A voz da garota engrossou, não a ponto parecer como um homem, mas algo mais macabro que a fazia parecer um demônio.

Não me lembro direito o que ela disse, só sei que depois disso começou a surgir ao fundo um som semelhante com o do fogo queimando algo, seguido de ruídos mais altos ao ponto de ter quase certeza que eram vozes, porém não conseguíamos entender o que diziam.

Finalmente a estação caiu. Depois de um mês ela voltou com novo apresentador que não tocou no assunto do que aconteceu com anterior.
Leia Mais

18/10/2012

Unidade 731


O Japão foi palco de um dos maiores segredos da história. Um segredo terrível que ficou guardado por 40 anos nos subsolos japoneses, e sua descoberta fez o governo japonês revelar ao mundo uma história assustadora sobre cobaias humanas para o desenvolvimento de armas biológicas!

Em 1989, operários que trabalhavam na estação de Shinjuku, em Tóquio, fizeram uma descoberta surpreendente: No subterrâneo, estavam enterrados restos humanos de centenas de pessoas!
Estas pessoas foram cobaias de experiências militares durante a Segunda Guerra Mundial, e eram aprisionadas em um campo de concentração conhecido como Unidade 731, localizado na Manchúria. Com o final da guerra, os corpos e cobaias restantes foram transferidos para o laboratório do médico responsável e ali foram enterrados. O laboratório era localizado à poucos metros de onde os operários encontraram os restos mortais e era conhecido como "Escritório de Purificação da Água", para não levantar suspeitas.


Mapa da China, a Manchúria está localizada na área em destaque laranja no topo, a Unidade 731 ficava na área em vermelho.


A Unidade era comandada por Shirou Ishii, médico da Universidade de Kyoto e microbiólogo do exército que chamara a atenção dos mais poderosos por causa de seu carisma e interesse em pesquisas com armas biológicas. Ele fora promovido em pouco tempo e, com um pouco de pressão em cima dos seus chefes, conseguiu verba e cobaias para começar a sua primeira pesquisa para o desenvolvimento das armas.
Sua primeira missão foi chamada de "Unidade Togo" e seu laboratório da Unidade 731 na Manchúria era enorme. Um complexo gigante com laboratórios e prédios próprios para "manterem" as cobaias. Os escolhidos eram prisioneiros de guerra, criminosos comuns e até "pessoas suspeitas".


Shirou Ishii


Testes de vários tipos de doenças e resistência eram aplicados nos prisioneiros; alguns foram expostos às bactérias do anthrax e da peste, que também eram jogadas em plantações através de aviões; outros eram parcialmente congelados no inverno rigoroso chinês e os soldados batiam em seus braços e pernas com pedaços de pau até que produzissem o tão conhecido som metálico de congelamento, outros eram envenenados com gás, ficavam pendurados de ponta cabeça até morrerem asfixiados, e até tinham ar injetado em suas veias, para acompanhar o processo de formação de embolia nos órgãos humanos.
Tribos inteiras foram submetidas à doenças graves, como a cólera, dissecamentos em cobaias vivas aconteciam sempre, e o dr. Ishii registrava tudo em seus arquivos dizendo que as experiências eram feitas em macacos. Até hoje muitos se surpreendem com a frieza do médico, que em momento algum demonstrara remorso ou culpa, muito menos antes de sua morte em 1959.

Quando a guerra terminou em 1945, as atividades da Unidade 731 foram encerradas, e Ishii conseguiu fazer com que todos os participantes das experiências mantivessem segredo sobre o que acontecia por ali. Até mesmo as cobaias sobreviventes foram induzidas à não revelarem nada do que viram/passaram durante o período em que estiveram aprisionados. Porém, quando o segredo veio à tona em 1989, muitos ex-prisioneiros apareceram e revelaram o que sabiam para o mundo.
Infelizmente poucos receberam a devida atenção, e o governo japonês recusou-se a pagar indenização às vítimas e suas famílias. E mesmo com protestos, um pedido de desculpas - como os alemães fizeram no final da Segunda Guerra - não aconteceu.

A China, o país mais prejudicado com a Unidade (Além da base ser localizada no país, estima-se que mais de 300 000 chineses tenham morrido durante o período de existência da Unidade 731) criou uma réplica do prédio, uma vez que o original fora incendiado pelo exército Imperial após a Segunda Guerra, para mostrar ao povo o que realmente acontecia dentro da Unidade 731. A réplica atualmente funciona como um museu e fica localizado no local da Unidade original, na Manchúria.


Foto do museu


Também existe um filme sobre os acontecimentos na Unidade 731. O filme chama-se Men Behind the Sun (Os Homens Por Trás do Sol, em tradução literal) e contém cenas fortes e detalhadas das experiências sob as quais as cobaias eram submetidas.




Aqui uma cena completa do filme, das experiências nos braços(CENA FORTE)
Leia Mais

© Dállia Negra - 2016 | Template feito por: Adorável Design | Imagens de ícones e imagem do cabeçalho por: Jaque Design