29/11/2012

Carandiru: do massacre aos Espíritos



A Casa de Detenção de São Paulo, popularmente conhecido como Carandiru, se localizava no bairro Carandiru, zona norte de São Paulo. O presídio ficou famoso pelo Massacre do Carandiru, onde 111 detentos foram mortos pela Polícia Militar, no dia 2 de outubro de 1992. 

 O massacre teria tido inicio devido a uma briga entre dois presos, dois grupos rivais foram formados e a briga se espalhou pelos andares da Casa de Detenção. Por volta das 16:30, a polícia invade o local e a chacina tem início. Um dado curioso, é o fato de tudo isso ter acontecido na véspera de eleição, então o número de mortos divulgados foi bem abaixo do número verdadeiro. A polícia divulgou como sendo 8 presos mortos, o que mais tarde descobrimos ser 111 mortos, mas os presos insistem em dizer serem mais de 200. Os números conhecidos do Massacre do Carandiru são:

111 presos mortos 
103 vítimas de disparos. 
8 vítimas de objetos cortantes 
0 policial morto. 
130 detentos feridos. 
23 policiais feridos. 
515 tiros disparados. 
120 policiais indiciados. 
86 policiais julgados. 
1 policial condenado (cel. Ubiratan). 
632 anos de prisão foi a sentença. 
(Fonte: Super Interessante) 





 Agora vou falar um pouco sobre as histórias de fantasmas que rondam o Carandiru. Antes de ser demolido e ter virado o que é hoje, a Praça da Juventude, o Carandiru guardava várias histórias de pessoas que viram assombrações perdidas em seus corredores. 

No ano de 2002, o programa Domingo Legal, andou dentro da cadeia junto com a sensitiva Socorro Leite, enquanto a mesma narrava visões e agia como se realmente enxergasse almas perdidas pelo local. Socorro chegou a se desesperar enquanto passava em frente de celas onde os presos eram torturados, solitárias que, em muitos casos, os presos eram esquecidos. Enquanto acenava e fazia orações, disse: "É horrível, que sofrimento, meu Deus... Aqui estão os espíritos que lideram as rebeliões... Têm que ser cuidadas essas almas...".




 Socorro Leite aterrorizada com as visões durante a reportagem Infelizmente eu não encontrei a reportagem disponível no Youtube, caso alguém encontre ou tenha para disponibilizar, entre em contato comigo. E pra quem queira usufruir do cinema brasileiro, deixo aqui o filme completo do Carandiru, uma produção que narra os acontecimentos do incío até o fim da chacina.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Dállia Negra - 2016 | Template feito por: Adorável Design | Imagens de ícones e imagem do cabeçalho por: Jaque Design