19/11/2012

Conheça o verdadeiro castelo que inspirou a história de Bram Stroker



Construído no Sec. XIV numa importante passagem nas montanhas, o castelo começou por ser usado na defesa contra os Otomanos, e mais tarde como posto aduaneiro na passagem entre a Transilvânia e a Valáquia. O seu mais famoso habitante, Vlad Tepes, príncipe da Valáquia, terá usado o castelo, mas provavelmente nem nunca lá terá vivido. Ficou conhecido como “o empalador” pelos métodos que usava contra os seus inimigos (também bebia o sangue de suas vítimas), e foi mais tarde tornado famoso pelo romance de Stroker como Drácula. 

 Mais recentemente, a partir de 1920, o castelo tornou-se residência dos réis da Roménia, sendo habitado pela rainha Maria. Com o fim da segunda guerra mundial e a tomada de poder pelo regime comunista, a família real foi expulsa e o castelo transformado em museu. É hoje o segundo edifício mais visitado pelos turistas na Roménia, atrás do castelo de Peles. 

 O Castelo de Bram é cercado de mistérios sobre a existência de passagens secretas e de acontecimentos sobrenaturais. Apesar da lenda de que Vlad tenha se transformado num vampiro, o que mais assusta no Castelo de Bram são as memórias das atrocidades cometidas por ele enquanto ainda era um ser humano. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Dállia Negra - 2016 | Template feito por: Adorável Design | Imagens de ícones e imagem do cabeçalho por: Jaque Design