19/01/2013

Maçonaria Feminina



Em uma sociedade justa e perfeita, a luta pela Igualdade deve ser constante, assim como, pela Liberdade e Fraternidade. A maçonaria que visa o aperfeiçoamento Moral e espiritual do ser humano, não pode se omitir e lavar as mãos na questão feminina. 

A presença da mulher nas fraternidades iniciáticas, sempre se fez destacar. Assim como, na Rosa Cruz, Martinismo, etc. Na maçonaria tolera-se apenas em ordens tuteladas. As mulheres que em épocas não tão distantes, viviam sob a tutela masculina, do Pai, Marido ou Companheiro, hoje vivem a era da Igualdade social, no lar, no trabalho, ciência e cultura. 

A França, sempre ela, em 1774, é a primeira nação a reconhecer lojas criadas para admitir somente o então chamado sexo frágil. Lojas de Adoção, com esse nome, porque eram mantidas sob a tutela de Lojas masculinas, isto, porque ainda não eram consideradas iguais. A imperatriz Josefina, mulher de Napoleão Bonaparte, foi Grã-Mestra. A Loja Les Libres Penseurs du Pecq, em 14/01/1882, iniciou Marie Deraisme, que seria fundadora do Le Droit Humain, em 04/04/1893, Loja mista que admitia a Igualdade entre homens e mulheres. 


A maçonaria não pode se dar ao luxo de dispensar os serviços da mulher, como mãe, esposa, filha, companheira ou amiga, ela é necessária em nossas obras assistênciais filantrópicas, eventos festivos, culturais e espirituais. A maçonaria feminina (adoção), ou a mista (Os Direitos Humanos), é uma realidade. Existem lares onde marido e mulher, são irmãos, mas não podem se intervisitarem em virtude de não reconhecimento, vivendo uma situação esdrúxula. Nossos rituais maçônicos realmente foram criados visando apenas a iniciação masculina, vivemos hoje, uma tradição em que temos por parceiros de mentalidade, apenas a Igreja Católica. 

É indiscutível o imenso número de mulheres que suplantam os homens em todos os segmentos da sociedade. Os antigos mistérios, sempre tiveram a brilhante participação feminina. Até mesmo, a mais tradicional instituição maçônica, a Grande Loja Unida da Inglaterra, reconhece a convivência com Lojas femininas. 

 Veja extrato e respectiva tradução.

 WOMEN AND FREEMASONRY 

There exist in England and Wales at least two Grand Lodges solely for women. Except that these bodies admit women, they are, so far as can be ascertained, otherwise regular in their practice. There is also one which admits both men and women to membership. They are not recognised by this Grand Lodge and intervisitation may not take place. There are, however, informal discussions from time to time with the women’s Grand Lodges on matters of mutual concern. Brethren are therefore free to explain to non-Masons, if asked, that Freemasonry is not confined to men (even though this Grand Lodge does not itself admit women). (Extract from Report of Board of General Purposes, adopted 10 March 1999.) 

MULHERES E MAÇONARIA 

Existe, na Inglaterra e País de Gales, pelo menos duas Grandes Lojas somente para mulheres. Com exceção do fato de que esses corpos admitem mulheres, eles são, por outro lado, tanto quanto pode ser assegurado, regulares na sua prática. Há, também, um que admite tanto homens quanto mulheres para associação. Eles não são reconhecidos por esta Grande Loja e a intervisitação não pode ocorrer. Há, porém, discussões informais, de tempos em tempos, com as Grandes Lojas de mulheres, sobre assuntos de mútuo interesse. Os Irmãos são, portanto, livres para explicar a não Maçons, se perguntados, que a Maçonaria não está confinada aos homens (ainda que esta grande Loja não admita, ela própria, mulheres). 


Mais informações sobre esses corpos podem ser obtidas escrevendo para o Grande Secretário. (Extraído do Relatório da Diretoria de Assuntos Gerais, adotado em 10 de Março de 1999). 

 SAIBA COMO ADQUIRIR O LIVRO ANÁLISE DO RITUAL DE APRENDIZ MAÇOM - REAA. VISITE O SITE: 

www.pedroneves.recantodasletras.com.br e veja livros à venda. 

 PEDRO NEVES .’. M .’. I .’. GR .’. 33 

PÉRICLES NEVES .’. M .’. I .’. GR .’. 33 

Site: www.pedroneves.recantodasletras.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Dállia Negra - 2016 | Template feito por: Adorável Design | Imagens de ícones e imagem do cabeçalho por: Jaque Design