28/02/2013

Schlitze Surtees: Uma das maiores atrações do Circo dos Horrores


Simon Metz nasceu em Yucatan, no México, portador de microcefalia, deficiência mental que tem como característica o tamanho do crânio menor do que o normal (as vítimas dessa má formação são vulgarmente chamadas de "pinhead", ou "cabeça de alfinete").


Em 1932, usando o nome Schlitze e vestindo roupas femininas, participou do filme Freaks (no Brasil, Monstros), o controverso clássico de Tod Browning. Metz fazia parte das atrações do circo de aberrações de P.T. Barnum, o mais famoso empresário a explorar deficientes físicos no mundo dos espetáculos.


Era anunciado como Maggie, "a última das astecas", mas o real motivo de usar roupas femininas era porque o vestido facilitava quando precisava usar o banheiro. Simon, que também tinha uma irmã vítima de microcefalia, apareceu em mais um filme, Rastro nas Trevas (1941). Passou algum tempo num asilo, solitário após a morte de seu agente, mas o empresário canadense Sam Alexander levou-o de volta aos espetáculos, até a morte de Metz, aos 80 anos.

(Fonte do texto: Revista Carcasse)


A musica "Pinhead" dos Ramones é sobre ele.


Leia Mais

27/02/2013

Caso Kliemann



O casal Kliemann (foto) protagonizou um dos casos policiais mais misteriosos da história do Rio Grande do Sul. Na noite de 21 de junho de 1962, Margit, mulher do deputado estadual Euclides Kliemann (PSD), foi encontrada morta na residência do casal no bairro Moinhos de Vento, região de alto padrão de Porto Alegre. Segundo a polícia, a mulher foi golpeada com um objeto que perfurou seu crânio e depois jogada do alto da escadaria do casarão, morrendo a poucos metros da porta de entrada.

O deputado estadual foi imediatamente apontado como o principal suspeito. Perseguido pelas acusações, Euclides Kliemann teve um fim trágico um ano e dois meses após o crime, quando concedia entrevista ao vivo a uma rádio de sua cidade natal, Santa Cruz do Sul (RS). Na ocasião, o vereador Floriano Peixoto Karan (PTB), conhecido como Marechal, discutiu com o deputado e, em meio ao bate-boca, empunhou um revólver e atirou à queima-roupa contra Kliemann, que morreu na hora. O vereador foi condenado a um ano e seis meses de prisão, sem que se identificasse o responsável pela morte de Margit.
Leia Mais

25/02/2013

Apocalipse capítulo 17: A Profecia sobre o Último papa - A Vinda de João XXIV???


JP II e a pomba, eleiçao peter turkson joão XXIV, papa negro

Será o oitavo rei descrito no Apocalipse a volta de JP II dos mortos? Ou ainda o atual secretário de Estado do Vaticano e camerlengo Tarcisio Pietro Bertone nascido em Romano? Vejamos porque, afinal, nenhum deles será o próximo papa. 

Apesar de alguns amigos católicos não gostarem muito quando eu cito esse capítulo do Apocalipse como uma clara referência à Igreja Romana e ao seu atual centro representativo, o Vaticano, é inegável que esse capítulo fala integralmente sobre o Vaticano e sobre o período final do papado, deixando essa profecia totalmente alinhada com a profecia de Malaquias e também as referências sobre o fim de Roma fornecidas por Dom Bosco e Nostradamus, que foram analisadas nos links ao final deste post.

No blog eu expus em dois textos que ao longo do Apocalipse, a Besta (do grego therion, animal feroz) é representada em 4 formas diferentes, inclusive nos 4 cavalos montados pelos cavaleiros do Apocalipse. Essas explicações também estão nos links que deixo ao final deste post. 

Uma dessas representações da Besta foi Roma e seus 3 impérios que participaram ativamente em guerras e diversas perseguições terríveis segundo os relatos históricos: o império do ocidente, do oriente e o papado romano. 

Considerando esse raciocínio, a Besta citada no capítulo 17 é Roma, a mulher vestida de púrpura (a cor das vestes dos cardeais) citada em Ap 17:4 é a Igreja Católica, mas em virtude dos crimes que cometeu ao longo da história (Cruzadas, Inquisição) é referida como prostituta no Ap 17:5, inclusive pela aliança com diversos reis e impérios em busca de status e dinheiro, a mulher que se embriagou com o sangue dos santos, uma clara referência a perseguição que ocorreu desde o início da Igreja Romana em 325 criada por Constantino, sobre os cristãos primitivos, ao longo de mil anos, que culminou no massacre dos cátaros em 1340, referência citada em Ap 17:6. 

Pra não deixar dúvidas, a profecia cita que “a Besta traz a mulher” (Ap 17:7) ou seja, Roma traz a Igreja Católica, uma verdade, pois foi no império romano em 325 que o Cristianismo Romano foi criado pelo imperador Constantino. E a profecia cita que são 7 cabeças e que elas são sete montes (Ap 17:7 e 9) onde a mulher está assentada, deixando claro que é Roma, a cidade das sete colinas onde a Igreja está assentada atualmente no Vaticano.

No versículo 10 está o ponto alto da profecia: é dito que são 7 reis, cinco caíram, um existe, o outro ainda não é vindo e quando vier convém não ficar muito tempo.

Ou seja, quando João teve essa visão descrita na Revelação, 5 reis (casados com a Mulher, portanto papas) já haviam morrido. O Vaticano, o reino, erguido nas 7 colinas, foi erguido em 1929 pelo tratado de Latrão, é um Estado-monárquico, portanto tem um rei como dito na profecia.  

Nessa época Pio XI, papa desde 1922 era o papa, portanto os 5 reis já mortos nessa visão foram: Pio XI, Pio XII, João XXIII, Paulo VI e João Paulo I. 

É dito na profecia que um rei existe, ou seja, JPII era o papa que João de Patmos via na visão do Apocalipse e disse que após este papa, o próximo não ficaria muito tempo, no caso, Bento XVI que ficou 7 anos e alguns meses.    

É feita então a profecia sobre o oitavo e último rei (papa):

“E a besta que era e já não é, é ela também o oitavo (rei), e é dos 7, e vai à perdição” (Apocalipse 17:11)

A besta que era a principal representação da antifraternidade no mundo diz respeito Roma, mas ela não é mais a representação maior dessa antifraternidade, ela foi, não é mais, por isso é dito que “a besta que era e já não é”. Lendo os textos ao final desse post sobre as 4 bestas do Apocalipse o tema ficará plenamente compreendido. 

É dito na profecia que ela, Roma (a besta que era e não é) é também o oitavo rei, ou seja, o oitavo papa e aquele que irá para a perdição, ou seja, para o fim da própria Roma e da Igreja, e sendo assim, esse oitavo papa como descrito nas profecias de Malaquias e Dom Bosco presenciará o fim de Roma.

É dito na profecia de Malaquias que o último papa será Pedro Romano, isso explica a referência na profecia do Apocalipse ao falar que Roma (a besta) é também o oitavo rei, pois é uma indicação de que a profecia de Malaquias é verdadeira, o último papa, o oitavo rei é Pedro Romano, Pedro de Roma, por isso João fala que Roma é oitavo rei, pois ele fazia uma referência velada a profecia dos papas. Mas ele vai mais além, ele disse que esse rei (papa) é um dos sete anteriores.....ele diz isso claramente, sem rodeios.

Surgiram então duas teorias, ambas na minha opinião equivocadas, sobre quem seria esse papa dos 7 que estaria retornando pra ser o oitavo e último papa.

A primeira delas fala que João Paulo II vai ressuscitar dos mortos e será novamente papa da Igreja. Talvez até fizesse sucesso novamente, já que os zumbis estão na moda com filmes e séries conquistando a garotada, mas convenhamos que isso é biologicamente impossível.

eleiçao peter turkson joão XXIV, papa negro

A segunda teoria, um pouco mais elaborada, fala que o atual secretário de estado do Vaticano e atual Camerlengo, Tarcísio Pietro Bertone, nascido em Romano Canavese há 79 anos, seria esse oitavo rei, pois ele será papa temporariamente após a renúncia de Bento XVI e antes do fim do conclave pra eleger o novo papa, ou seja, seria um dos papas. A teoria é bem elaborada, mas tem furos: primeiro que ele não foi nenhum dos 7 papas eleitos e citados por João na profecia, pois o profeta cita categoricamente o número de 7 reis, ou seja, papas efetivamente eleitos pelos cardeais e além disso temos uma outra questão: a centúria 5, quadra 56 de Nostradamus fala que o último papa será alguém novo e que viverá muito tempo tomando atitudes polêmicas, algo que não combina com um cardeal que já conta com praticamente 79 anos. 

Mas então o que significa a profecia do Apocalipse capítulo 17 ao dizer que o oitavo rei (papa) será um dos 7 reis anteriores? A resposta é simples: ele utilizará um dos nomes utilizados pelos seus 7 antecessores: Pio, João, Paulo, João Paulo ou Bento. Se considerarmos as características renovadoras da personalidade de Peter Turkson, eu diria que desses nomes o mais provável é que ele adote o de João XXIV, visto que o papa João XXIII foi responsável pelo Concílio que renovou diversas práticas na Igreja.


 http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com
Leia Mais

23/02/2013

O Anjo Contrário


Já ocorreu com você certas coisas que o deixaram irritado?
Quantas não foram as vezes que se viu envolvido em discussões sem sentido?
Uma sensação de Angustia;
Um gesto brusco, ou destilar tanto fel com palavras carregadas de ódio dirigidas contra alguém querido e que não merecia.
Depois de alguns instantes, você não encontra uma explicação razoável para tudo o que está acontecendo, ou não sabe identificar a origem.
A origem de tudo isso pode ter sido o ANJO CONTRÁRIO aproveitando-se de um momento de descuido. Pare e pergunte, se não foi só está vez.
Observe que a atuação negativa do ANJO CONTRÁRIO é muito parecida em sua essência.
Porém, em cada campo da vida humana as contrariedades se particularizam por sutilezas, que muitas vezes não notamos. Isso ocorre porque todo dia temos muitos envolvimentos e, às vezes, entendemos como uma coisa só.
Para você reconhecer se está sob influência do ANJO CONTRÁRIO algumas dicas na sequência.
As situações estão divididas em cincos campos como:
ANJO CONTRÁRIO NOS RELACIONAMENTOS AMOROSOS
Brigas constantes e sem motivação justa com quem ama
Ciúme exagerado e por qualquer motivo da pessoa amada
Falta de companheirismo para com o ser amado.
Esquecimento de compromissos importantes.
Descuido do visual para sair com seu amor
Dar ouvido à intrigas de pessoas sem nenhuma credibilidade.
Não perder a oportunidade de humilhar quem ama na frente de qualquer pessoa.
Manifestar claramente pouco interesse em ouvir o que o outro tem a falar.
Adiar indefinidamente um pedido do companheiro.
Excluir a pessoa que ama das preces a DEUS.


ANJO CONTRÁRIO NOS RELACIONAMENTO EM GERAL
Recusar-se a auxiliar uma pessoa querida.
Enganar pessoas amigas.
Atitudes vingativas para com os colegas.
Criar intriga ou apoiar brigas entre pessoas próximas.
Invejar negativamente o sucesso do outro.
Provocar brigas entre os amigos e cair fora.
Prejudicar alguém ao tirar vantagem da amizade.
Dar mais atenção a uma pessoa para magoar outra.
Tratar amigos de forma grosseira e com arrogância.
Agredir fisicamente um colega.


ANJO CONTRÁRIO NOS RELACIONAMENTOS PROFISSIONAIS:
Agir individualmente prejudicando os colegas de trabalho.
Negar ajuda a um companheiro mais atarefado.
Tornar-se uma pessoa antipática
Debochar da infelicidade do colega.
Abusar do seu poder na empresa
Envolver-se em fofocas.
Praticar alguma coisa ilegal.
Torna-se vingativa e injusta.
Não parar em nenhum emprego.
Enrolar o serviço para sobrecarregar um colega.


ANJO CONTRÁRIO NOS RELACIONAMENTOS FAMILIARES:
Fazer bagunça em casa.
Isolar as pessoas queridas.
Invadir a privacidade dos outros.
Guardar mágoas no coração.
Provocar brigas em família.
Provocar desunião no lar.
Recusar os conselhos dos mais experientes.
Maltratar os irmãos e os pais.
Desmerecer os laços familiares.
Tornar-se vaidoso e orgulhoso.
ANJO CONTRÁRIO NA VIDA PESSOAL:
Faltar fé em DEUS.
Se tornar preguiçoso.
Provocar acidentes na natureza.
Não conseguir estudar.
Sentir forte atração por bebidas alcoólicas.
Envolver-se com todo tipo de drogas proibidas.
Abusar da saúde.
Perder muito dinheiro em jogos de azar.
Fazer escândalos em público.
AFASTE O NEGATIVO

UM RITUAL PRÁTICO PARA EVITAR COISAS RUINS E PARA QUE SÓ O ANJO BOM SE MANIFESTE.
Para recuperar o equilíbrio espiritual e a paz interior, é preciso ter fé e crer que o mal pode ser afastado.
E isso ocorre na medida em que se busca a sintonia com o ANJO GUARDIÃO.
Para neutralizar a vibração de seu ANJO CONTRÁRIO, tenha como hábito dedicar alguns minutos logo pela manhã ao mundo celestial.
1) Faça uma prece com o salmo 91 e na sequência reze o Salmo do seu ANJO.
Acenda a vela indicada para seu guardião. Caso não tenha a cor recomendada, dedique uma de cor branca.
2) Para completar a harmonia do ambiente, acenda o incenso correspondente ao seu ANJO, para que o aroma espalhe bons fluidos pela casa. Caso não tenha o incenso específico, acenda outro.
3) Mantenha com você um cristal, correspondente ao seu ANJO.
Pode estar presente nos brincos, corrente, pulseira, pingente ou na carteira e na bolsa.
4) No horário em que seu ANJO mais se aproxima de você, seria um ótimo momento para rezar seu salmo e, acender uma vela.
http://www.portalangels.com/anjos/os-anjos/o-anjo-contrario.html
Leia Mais

20/02/2013

Death Note


Death Note ("Caderno da Morte") é uma série criada em 2003 por Tsugumi Ohba e Takeshi Obata (Autor e Ilustrador, respectivamente).

Conta a história de Raito (Ou Light, como foi traduzido) Yagami. Um estudante muito inteligente que acaba encontrando o misterioso Death Note (Basicamente um caderno preto, com folhas em branco, e estranhas instruções em inglês) no pátio de sua escola.


Ei-lo, Death Note

De início, Raito pensa não passar de uma besteira. Uma dessas lendas urbanas. Pois o "objetivo" do caderno em questão é matar a pessoa cujo o nome for escrito em suas folhas.

Após fazer um teste, por mera curiosidade (Ele escreve o nome de um sequestrador que está aparecendo na TV no exato momento) e descobrir que o caderno, de fato, é real, Raito decide utilizar o Death Note para fazer uma espécie de "justiça": Ele mataria todos os bandidos, presos ou não, para que o mundo ficasse numa espécie de paz. Temente à pessoa que estaria fazendo isso (Por enquanto ele não pensa em se revelar!).

Raito/Kira

Infelizmente (Ou, felizmente) a polícia japonesa (E até internacional) não pensa o mesmo. Raito, apelidado de Kira ("Killer", segundo a fonética dos japoneses - Alguns tem dificuldade em falar a letra "L" que não é usada na língua japonesa, então acaba saindo assim) pelas pessoas, já que sua identidade é desconhecida, é visto como o pior dos assassinos, um serial killer, e a polícia, claro, está desesperada atrás dele agora.

Entre eles, está o misterioso L, um detetive com muita experiência em encontrar assassinos de difícil localização. Mas até para ele Kira está dando trabalho.

L

Raito não se preocupa. Continua a fazer seu "trabalho", sempre escapando com facilidade. Ele conta com a ajuda de Ryuk, o shinigami (Deus da Morte) dono do Death Note encontrado, que, invisível aos olhos de quem não possui o caderno, ajuda Raito a escapar de espionagem, por exemplo (Afinal... Ele só é o filho do chefe de polícia XD!).

Mas L também não desiste de sua busca. E vai fazer o possível para pegá-lo.
Raito e Ryuk


...Não entrarei mais em detalhes, senão vira spoiler, não é mesmo?

Enfim, se você teve interesse no anime, pode assistí-lo pelo canal Animax, às terças-feiras , ou pode baixá-lo pela internet em qualquer site de download de anime! (Sugirirei alguns como AnimeForces,HinataSou... Tem até um próprio, o DeathNoteProject, mas ele está em reforma ¬¬...)

Os mangás são vendidos pela editora JBC, ao todo são 12 volumes (Favor, me corrigir!).

Os Death Notes são vendidos em feiras de anime ou em lojas especializadas no assunto. O podrão (Tamanho normal, com apenas a primeira instrução) custa uns R$ 15,00, e o importado, de couro, com páginas contendo as anotações originais de Raito custa R$50,00 XD! Tem até versão chaveiro!
Leia Mais

18/02/2013

Turismo no Cemitério


Imagine um local com uma enorme concentração de esculturas dos mais famosos artistas dos séculos 19 e 20. Não, não estamos falando de nenhum Museu ou Galeria de arte, mas sim, de um Cemitério.

Atualmente, o Cemitério da Consolação, em São Paulo, é considerado uma galeria de arte a céu aberto. Foi inaugurado em 1858 com o nome de Cemitério Municipal e construído com o objetivo de garantir a salubridade na cidade e evitar epidemias, substituindo o hábito, então recorrente, de sepultar os mortos nos interiores das igrejas.

Blog de fabyandrade : Muito Tudo, Turismo no Cimitério!!! 

Em seus primeiros anos, o Cemitério da Consolação era o lugar de sepultamento de pessoas de todas as classes sociais, incluídos os escravos que, posteriormente, foram transferidos 

para o Cemitério dos Aflitos

.Blog de fabyandrade : Muito Tudo, Turismo no Cimitério!!! 

Já a partir do século XX, o cemitério passou a receber quase que exclusivamente pessoas da alta classe média e da burguesia. É nessa fase que o Cemitério ganha esplendor  pois havia uma verdadeira competição entre as famílias abastadas, que construíam jazigos cada vez mais sofisticados, com materiais nobres, como mármore e bronze. A ornamentação ficava a 


cargo de artistas de primeira grandeza.Blog de fabyandrade : Muito Tudo, Turismo no Cimitério!!! 


Desde então, o Cemitério tem sido referência na chamada  Arte Tumular no Brasil, com importantes obras de arte de escultores como Victor Brecheret, Celso Antônio Silveira de Menezes, Nicola Rollo, Luigi Brizzolara e Galileo Emendabili.


Blog de fabyandrade : Muito Tudo, Turismo no Cimitério!!!
Mausoléu em arquitetura Gótica

Veja um Blog super interessante cujo tema se dedica exclusivamente à Arte Tumular nos Cemitérios: http://eternity-art.blogspot.com/ 


Blog de fabyandrade : Muito Tudo, Turismo no Cimitério!!!
Um Jardim de esculturas em meio à agitação de São Paulo


Os atrativos do Cemitério da consolação vão além das esculturas. No local o visitante encontra os túmulos de personagens importantes e ilustres da história do Brasil, como Monteiro Lobato, a  Marquesa de Santos, Campos Sales, Washington Luís, Tarsila do Amaral, Mário de Andrade, entre muitos outros.


Blog de fabyandrade : Muito Tudo, Turismo no Cimitério!!!
Túmulo de Monteiro Lobato


Ao contrário de muitos países, o Brasil pouco desenvolve seu turismo em cemitérios em virtude do preconceito das pessoas em relação ao local, por ser macabro, rememorar a morte e trazer sentimentos de dor, perda e saudades. Há pouca divulgação e planejamento de visitas orientadas ao local.  Em São Paulo, por exemplo, apenas o Cemitério da Consolação que desde 2001 tem esse serviço organizado. Espaços como o Cemitério do Araçá, um dos maiores de São Paulo e com mais de 80 obras de arte catalogadas, não apresenta esse serviço. Esses cemitérios são hoje uma riqueza a ser prestigiada e preservada.


Blog de fabyandrade : Muito Tudo, Turismo no Cimitério!!!
Túmulo da Marquesa de Santos

Um dos diferenciais entre um cemitério e um Museu ou galeria de Arte é que, no cemitério, os visitantes podem passar as mãos nas esculturas e tirar fotos, sem contar que o local está quase sempre vazio e tranquilo.


Blog de fabyandrade : Muito Tudo, Turismo no Cimitério!!!
Capela
Leia Mais

15/02/2013

A Chave de Salomão


A Chave Menor de Salomão ou Lemegeton (em latim, Lemegeton Clavícula Salomonis) é um grimório pseudepigráfico, atribuído erroneamente ao Rei Salomão quando na verdade foi escrito muito posterior à sua existência, datado do século XVII, contendo descrições detalhadas de demônios e as conjurações necessárias para invocá-los e obrigá-los a obedecer ao conjurador. O Lemegeton é dividido em cinco partes: Ars Goetia, Ars Theurgia Goetia, Ars Paulina, Ars Almadel e Ars Notoria.
Ele surgiu no século XVII, mas muito foi retirado de textos do século XVI, incluindo o Pseudomonarchia Daemonum. É provável que os livros da Cabala judaica e dos místicos muçulmanos também foram inspirações. Alguns dos materiais na primeira seção, relativas à convocação de demônios, datam do século XIV ou mais cedo.
O livro alega que ela foi originalmente escrito pelo Rei Salomão, embora isto não é certo. Os títulos de nobreza atribuído à demônios eram desconhecidos no tempo de Salomão. A Chave Menor de Salomão contém descrições detalhadas dos espíritos e as condições necessárias para invoca-los e obriga-los a fazer a própria vontade. Ela detalha os sinais e rituais a serem realizados, as ações necessárias para prevenir os espíritos de terem controle, os preparativos que antecedem as invocações, e instruções sobre como fazer os instrumentos necessários para a execução destes rituais. Os vários exemplares existentes variam consideravelmente nas grafias dos nomes dos espíritos.Edições contemporâneas estão amplamente disponíveis na imprensa e na Internet. 
The Goetia: The Lesser Key of Solomon the King de 1904 é uma tradução do texto por Samuel Mathers e Aleister Crowley. É essencialmente um manual que pretende dar instruções para a convocação de 72 diferentes espíritos.  
Livros
A Chave Menor de Salomão, é dividido em cinco partes.
 Ars Goetia
construção de um vaso de bronze semelhante, e usando a fórmula mágicaA primeira seção, chamada Ars Goetia, contém descrições dos setenta e dois demônios que Salomão teria evocado e confinado em um vaso de bronze selada com símbolos mágicos, e que ele fosse obrigado a trabalhar para ele. Ele dá instruções sobre a para a segurança apropriada a fim de chamar os demônios.  
Trata-se da evocação de todas as classes de espíritos maus, indiferentes e bons, seus ritos de abertura são os de Paimon, Orias, Astaroth e toda a corte do Inferno. A segunda parte, ou Theurgia Goetia, é partilha com os espíritos dos pontos cardeais e seus inferiores. Estas são as naturezas mistas, algumas boas e outras más.[1]
O Ars Goetia, atribui uma posição e um título de nobreza para cada membro da hierarquia infernal, e dá aos'demônios', sinais que têm de pagar fidelidade ", ou selos. As listas de entidades na Ars Goetia, correspondem (mas a alto grau variável, geralmente de acordo com a edição) com os da Steganographia de Trithemius, circa 1500, e da Pseudomonarchia Daemonum de Johann Weyer, um anexo que aparece em edições posteriores de Praestigiis Daemonum, de 1563. 
A edição revisada do Inglês Ars Goetia, foi publicado em 1904 pelo mágico Aleister Crowley, como o livro da Goetia do Rei Salomão. Ele serve como um componente-chave do seu sistema popular e influente de magia.
Os 72 demônios
O décimo demônio Buer
Os nomes dos demônios (a seguir), são tomadas a partir da Ars Goetia, que difere em termos de número e classificação do Pseudomonarchia Daemonum de Weyer. Como resultado de múltiplas traduções, existem vários dados para alguns dos nomes que constam dos artigos que lhes dizem respeito.
 
1. Rei Baal
2. Duque Agares
3. Príncipe Vassago
4. Marquês Samigina
5. Presidente Marbas
6. Duque Valefar
7. Marquês Amon
8. Duque Barbatos
9. Rei Paimon
10. Presidente Buer
11. Duque Gusion
12. Prince Sitri
13. Rei Beleth
14. Marqês Leraje
15. Duque Eligos
16. Duque Zepar
17. Conde/President Botis
18. Duque Bathin
19. Duque Sallos
20. Rei Purson
21. Presidente Morax
22. Príncipe Ipos
23. Duque Aim
24. Marquês Naberius
25. Conde/Presidente Glasya-Labolas
26. Duque Bune
27. Marquês/Count Ronove
28. Duque Berith
29. Duque Astaroth
30. Marquês Forneus
31. Presidente Foras
32. Rei Asmodeus
33. Príncipe/Presidente Gaap
34. Conde Furfur
35. Marquês Marchosias
36. Príncipe Stolas
37. Marquês Phenex
38. Conde Halphas
39. Presidente Malphas
40. Conde Raum
41. Duque Focalor
42. Duque Vepar
43. Marquês Sabnock
44. Marquês Shax
45. Rei Vine
46. Conde Bifrons
47. Duque Uvall
48. Presidente Haagenti
49. Duque Crocell
50. Cavaleiro Furcas
51. Rei Balam
52. Duque Alloces
53. Presidente Caim
54. Duque Murmur
55. Príncipe Orobas
56. Duque Gremory
57. Presidente Ose
58. Presidente Amy
59. Marquês Orias
60. Duque Vapula
61. Rei Zagan
62. Presidente Valac
63. Marquês Andras
64. Duque Haures
65. Marquês Andrealphus
66. Marquês Cimejes
67. Duque Amdusias
68. Rei Belial
69. Marquês Decarabia
70. Príncipe Seere
71. Duque Dantalion
72. Conde Andromaliu
Ars Theurgia Goetia
O Ars Goetia Theurgia ( "a arte da Teurgia Goética"), é a segunda seção da Chave Menor de Salomão. Ele explica os nomes, as características e os selos dos 31 espíritos aéreos (chamados de Chefes, Imperadores, Reis e Príncipes), que o Rei Salomão invocou e confinou. Ele também explica as proteções contra elas, os nomes dos espíritos e seus servos, a maneira de como invocá-los, e sua natureza, que é o bem e o mal. 
Seu único objetivo, é descobrir e mostrar coisas escondidas, os segredos de qualquer pessoa, obter, transportar e fazer qualquer coisa perguntando-lhes. No enquanto, eles estão contidos em qualquer um dos quatro elementos (terra, fogo, ar e água). Esses espíritos, são caracterizados em uma ordem complexa no livro, e alguns deles, a sua ortografia têm variações de acordo com as diferentes edições. 
 Ars Paulina
O Ars Paulina ("a arte de Paulo"), é a terceira parte da Chave Menor de Salomão. Segundo a lenda, esta arte foi descoberta pelo Apóstolo Paulo, mas no livro, é mencionado como a arte de Paulo do Rei Salomão. O Ars Paulina, já era conhecido desde a Idade Média e é dividido em dois capítulos deste livro.
O primeiro capítulo, refere-se sobre como lidar com os anjos das diversas horas do dia (ou seja, dia e noite), para os seus selos, sua natureza, os seus agentes (chamados de Duques), a relação desses anjos com os sete planetas conhecidos na naquela época, os aspetos astrológicos adequados para invocá-los, o seu nome (em alguns casos coincidindo com os dos setenta e dois demônios mencionados na Ars Goetia, a conjuração e a invocação de chamá-los, na Mesa da prática. 
A segunda parte, refere-se aos anjos que governam sobre os signos do zodíaco e cada grau de cada signo, a sua relação com os quatro elementos, Fogo, Terra, Água e Ar, seus nomes e seus selos. Estes são chamados aqui como os anjos dos homens, porque todas as pessoas que nascem sob um signo zodiacal, com o Sol em um grau específico dele.
 Ars Almadel
O Ars Almadel ("a arte de Almadel"), é a quarta parte da Chave Menor de Salomão. Ela nos diz como fazer a Almadel, que é um tablete de cera com símbolos de proteção nele traçadas. Nela, são colocadas quatro velas. Este capítulo tem as instruções sobre as cores, materiais e rituais necessários para a construção do Almadel e as velas. O Ars Almadel, também fala sobre os anjos que estão a ser invocados e explica apenas as coisas que são necessárias e que devem ser feitas a eles, e como a conjuração tem que ser feito. Ele também menciona doze príncipes reinantes com eles. As datas e os aspectos astrológicos, tem que ser considerado mais convenientes para invocar os anjos, são detalhadas, mas resumidamente.  
O autor afirma ter experimentado o que é explicado neste capítulo.
Leia Mais

13/02/2013

O Espaço da Fé


O misterioso caso envolvendo um perturbador e curioso evento que ocorreu durante uma transmissão de rádio.

Foi na metade do ano de 1995 que um evento intrigante e bizarro aconteceu aqui na minha cidade.
Aqui no Brasil, mesmo com o avanço da televisão nas casas, era normal as famílias terem um aparelho de rádio para ouvir estações de música e as vezes noticiários.
Porém na minha região eu e meus amigos daquela época tínhamos o costume de procurar rádios piratas. Normalmente a qualidade do som era péssima e as conversas eram voltadas sobre equipamentos ou sobre outros assuntos em relação como fazer uma transmissão de radio.
02Mas havia algumas rádios mais undergrounds que tocavam um rock mais pesado porém eram bem raras e de péssima qualidade. Contudo, a nossa programação favorita era “O Espaço da Fé".
Era um programa evangélico sem hora certa. Nesse programa o apresentador que devia ser um pastor ou algo assim, falava com sua voz nervosa e acusativa sobre pactos e acordos satânicos das celebridades.
Alguns amigos mais novos acreditavam, porém eu e outro que éramos mais velhos, dávamos risada e ficávamos observando inocência do povo. O cara tocava as músicas de trás para a frente, e alegava que os ruídos bizarros eram frases. Cada um de nós tinha geralmente uma ideia do que o som deveria significar, enquanto o apresentador da rádio dizia que conseguia ouvir outra frase claramente na música, sendo que normalmente não batia com as nossas.
Com o tempo começamos a fazer o jogo de quem adivinhava que o radialista estava ouvindo. Alguns meses depois de termos descoberto esta frequência, ele começou um novo programa, algo mais light, um programa onde supostamente pessoas que estavam, ou fingiam estar desesperadas ligavam para esse ele, pedindo conselhos ou ajuda.
Os problemas iam desde um gatinho desaparecido (rimos muito do tal clichê) ao extremo de um filho que tinha levado tiro de doze na cara mas ainda estava vivo. Então com sua voz imponente e intimidadora o pastor falava que o infortunado precisava aceitar Jesus na sua vida senão o Diabo ainda teria direito de fazer males cada vez pior.
Algumas semanas depois começaram as ligações de agradecimento, dizendo que milagres tinham acontecido, sendo normalmente coisas extremas, como ter se curado da Aids (na época a gente nem sabia o que era isso direito), recuperado a fertilidade (o cara com voz de vô disse com essas palavras), entre outras bizarrices que não consigo me lembrar.
Mais para metade do outro ano começou uma história de fazer exorcismo pelo telefone. Ouvimos algumas pessoas meio que chorando, pedindo para serem exorcizadas. Eu ria disso porque parecia mais com um programa de comédia do que algo sério...
Porém. Teve uma noite que após ter garantido um emprego à uma mulher caso ela se convertesse, o suposto pastor atendeu uma garota que tinha em torno de 15 a 17 anos (estou chutando pelo que lembro da voz). Bem, o Dialogo foi mais ou menos assim se não me falha a memória.
Garota: Boa noite senhor! (Pensamos que ele iria dizer de novo que senhor era só Deus)
Radialista: Boa noite filha de Deus!
Garota: Todos somos…
Radialista: Mas o que vem procurar aqui minha jovem? Qual o mal que lhe aflige?
Garota: Tem gente que vem falando algumas mentiras sobre mim e sobre minha família... Me sinto perseguida.
Radialista: Filha, aceita Jesus que ele ira realizar um milagre em sua vida.
Garota: O povo me culpará de qualquer forma… Não tem escapatória. Eles não aceitam a responsabilidade por suas ações...E ainda tem gente que promove isso.
Radialista: Os impuros que o fazem, pagaram por isso.
01

Então começou uns barulhos e interferência no telefone da menina.

Garota: O mal irá levar todas essas pessoas para pagar pelos seus crimes e pecados.
Radialista: Quem não tem a piedade do Senhor no coração sentirá a fúria da chamas das trevas.
Garota: Ódio também pode ser considerado.
Radialista: Qualquer um que use mentiras em proveito de si próprio será punido.

As interferências ficaram mais fortes quando ele afirmou a punição pela segunda vez… Começamos então a ouvir vozes. Todos ficamos tensos, ouvindo o rádio.

Garota: Então todas mentiras você falou sobre diversas pessoas me dá liberdade para te levar para sua posição. Você semeia o ódio de todas as formas, porém suas mentiras já não funcionam como antigamente… Além de andar me desafiando….
Radialista: Garota, pare com essa brincadeira.
A voz da garota engrossou, não a ponto parecer como um homem, mas algo mais macabro que a fazia parecer um demônio.
Não me lembro direito o que ela disse, só sei que depois disso começou a surgir ao fundo um som semelhante com o do fogo queimando algo, seguido de ruídos mais altos ao ponto de ter quase certeza que eram vozes, porém não conseguíamos entender o que diziam.
Finalmente a estação caiu. Depois de um mês ela voltou com novo apresentador que não tocou no assunto do que aconteceu com anterior.

Leia Mais

© Dállia Negra - 2016 | Template feito por: Adorável Design | Imagens de ícones e imagem do cabeçalho por: Jaque Design