Seres Míticos

[Seres Míticos][bleft]

Lendas

[Lendas][bsummary]

Personagens Ocultistas

[Personagens Ocultistas][twocolumns]

Caso Kliemann



O casal Kliemann (foto) protagonizou um dos casos policiais mais misteriosos da história do Rio Grande do Sul. Na noite de 21 de junho de 1962, Margit, mulher do deputado estadual Euclides Kliemann (PSD), foi encontrada morta na residência do casal no bairro Moinhos de Vento, região de alto padrão de Porto Alegre. Segundo a polícia, a mulher foi golpeada com um objeto que perfurou seu crânio e depois jogada do alto da escadaria do casarão, morrendo a poucos metros da porta de entrada.

O deputado estadual foi imediatamente apontado como o principal suspeito. Perseguido pelas acusações, Euclides Kliemann teve um fim trágico um ano e dois meses após o crime, quando concedia entrevista ao vivo a uma rádio de sua cidade natal, Santa Cruz do Sul (RS). Na ocasião, o vereador Floriano Peixoto Karan (PTB), conhecido como Marechal, discutiu com o deputado e, em meio ao bate-boca, empunhou um revólver e atirou à queima-roupa contra Kliemann, que morreu na hora. O vereador foi condenado a um ano e seis meses de prisão, sem que se identificasse o responsável pela morte de Margit.

Nenhum comentário: