29/09/2013

Fenomenos Paranormais e Madrugada dos Mortos





Fenomenos Paranormais (Grave Encounters)

É uma mistura de Atividade Paranormal com Ghost Hanters, série do canal Syfy, que resultou em um ótimo filme. Já Madrugada do Mortos (Dawn of the Dead) relata o apocalipse zumbi, a sobrevivência dos ultimos e muito sangue. Muitos já viram mais vale a pena ver de novo ,segue a sinopse de cada um porque se contar perde a graça, aproveitem.



Sinopse: Lance Preston (Sean Rogerson) e a equipe de Grave Encounters, um reality show televisivo que caça fantasmas, está rodando um novo episódio no abandonado hospital psiquiátrico de Collingwood, onde fenômenos estranhos têm acontecido. Em nome da boa televisão, eles aceitam passar a noite no lugar, capturando tudo com a câmera. Rapidamente eles percebem que o prédio é mais do que mal assombrado.  




Madrugada dos Mortos




Sinopse: Os zumbis dominam uma cidade de Wisconsin e começam a atacar as pessoas. Ana (Sarah Polley) é uma jovem enfermeira, que consegue escapar do ataque deles e é ajudada pelo policial Kenneth (Ving Rhames). Eles se juntam a mais sobreviventes pelo caminho e encontram abrigo em um shopping center, onde encontram outros não muito amigáveis. Lá os zumbis não conseguem entrar e eles conseguem ter uma vida razoavelmente normal. Mas a situação piora quando começa a faltar energia e comida, o que faz com que eles tenham que sair do abrigo para conseguir sobreviver.

Leia Mais

25/09/2013

Acrofobia: Medo de altura (Lugares Altos)



A acrofobia é o medo irracional de lugares altos. Pessoas que sofrem de acrofobia podem se habituar com determinados lugares altos em particular, isto é, perder o medo desses lugares, mas a sensação de medo voltará quando o indivíduo for a algum outro lugar alto. Uma quantidade surpreendente de alpinistas têm acessos intermitentes de acrofobia.

A acrofobia pode ser perigosa, pois indivíduos que sofrem dela podem ter um ataque de pânico ao encontrarem-se em um lugar alto e não vislumbrarem uma forma de sair dele. Alguns indivíduos sentem uma urgência em sair de lugares altos, embora não de forma suicida.

Principais sintomas: Vertigem, enxergar embaçado, tontura e pânico.
Leia Mais

23/09/2013

Como é feita a Cremação de Cadáveres?


Basicamente, os corpos são colocados em fornos e incinerados a temperaturas altíssimas, fazendo carne, ossos e cabelos evaporarem. Só algumas partículas inorgânicas, como os minerais que compõem o osso, resistem a esse calor para lá de intenso. São esses resíduos que compõem as cinzas, o pozinho que sobra como lembrança dos restos mortais de uma pessoa cremada. "No corpo humano, não existe nenhuma célula que tolere uma temperatura maior que 1 000 ºC. Um calor como esse é suficiente para derreter até metais", afirma o médico legista Carlos Coelho, do Instituto Médico Legal de São Paulo. 

Apesar da aparência de prática moderna, a cremação é uma tradição de quase 3 mil anos. "Para as religiões do Oriente, queimar o cadáver é uma prática consagrada. O fogo tem uma função purificadora, eliminando os defeitos da pessoa e libertando a alma", diz o perito criminal Ugo Frugoli. 

No mundo ocidental, por volta do século 10 a.C., os gregos já queimavam em fogo aberto corpos de soldados mortos na guerra e enviavam as cinza para sua terra natal. Apesar desse histórico, a cremação foi considerada ilegal em várias épocas, principalmente por motivos religiosos. Para os judeus, por exemplo, o corpo não pode ser destruído, pois a alma se separaria dele lentamente durante a decomposição. 
Já os espíritas pedem que o cadáver não seja incinerado antes de 72 horas - segundo eles, esse é o tempo necessário para a alma se desvincular do corpo. Entre os católicos, evangélicos e protestantes, não há restrições tão severas. 

No Brasil, a cremação é regulada pela Constituição. Quem quiser ter o cadáver reduzido a pó precisa deixar essa vontade devidamente registrada, com documento assinado por testemunhas e reconhecido em cartório. No fim de tudo, pode ser opção econômica para quem não tem onde cair morto. Enquanto um sepultamento simples custa pelo menos 200 reais, o serviço pago em um crematório público numa cidade como São Paulo, por exemplo, sai a partir de 105 reais. 


De volta ao pó.

Incineração reduz um corpo de 70 quilos a menos de 1 quilo de cinzas

 1. O processo de cremação começa quando a pessoa ainda está viva. Não se assuste - é que ela precisa registrar em cartório a vontade de ter seu corpo transformado em pó. Em relação a um sepultamento comum, as diferenças aparecem depois do velório, quando o caixão não é levado até a cova, mas para uma sala refrigerada. Em alguns crematórios, um elevador se abre no chão e desce com o corpo até o andar de baixo, onde ficam as geladeiras 

2. No subsolo funciona a chamada câmara fria. No crematório de São Paulo, por exemplo, o cômodo gelado é uma sala revestida de azulejos e com isolamento térmico, onde ficam prateleiras metálicas com capacidade para até 4 caixões. Os falecidos passam 24 horas no frio. Nesse período, a família ou a polícia podem requisitar o corpo de volta, no caso de mortes violentas como assassinatos 

3. Depois de um dia na geladeira, o cadáver entra em um forno com todas as roupas e ainda dentro do caixão - apenas as alças de metal são retiradas. Sustentado por uma bandeja que impede o contato direto com o fogo, o caixão é submetido a uma temperatura de 1 200 ºC. Esse calor faz a madeira do caixão e as células do corpo evaporarem ou volatilizarem, passando direto do estado sólido para o gasoso. O cadáver começa a sumir 

4. Depois de até duas horas no forno, apenas partículas inorgânicas como os óxidos de cálcio que formam os ossos resistem à onda de calor. Esses restos são colocados no chamado moinho, uma espécie de liquidificador que tritura os ossos com bolas de metal que chacoalham de um lado para o outro 

5. O moinho funciona por cerca de 25 minutos. Depois dessa etapa, as cinzas em pó são guardadas em urnas e entregues à família do morto. No final do processo, uma pessoa de 70 quilos fica reduzida a menos de um quilo de pó. Em uma cidade como São Paulo, uma cremação custa a partir de 105 reais, metade do preço de um enterro simples 


Fonte: Mundoestranho
Leia Mais

19/09/2013

Crenças em Fantasmas


Fantasmas geralmente são descritos como: meio transparentes, em forma de neblina, sombras ou emanando uma cor prateada. Algumas vezes manifestam-se visualmente de forma clara ou através de diferentes fenômenos como movimento de objetos, barulhos etc. que pressupostamente não possuem uma explicação natural.

No Ocidente aqueles que acreditam em fantasmas sustentam que eles são almas que não conseguiram encontrar descanso depois da morte, e consequentemente estão aprisionadas na Terra. A inabilidade de encontrar descanso é geralmente explicada como algumas responsabilidades não resolvidas, como a vítima que busca justiça ou vingança após sua morte. Criminosos geralmente são descritos como almas penadas que querem evitar Purgatório ou Inferno.

Acredita-se que fantasmas residem no Limbo, uma região que de acordo com a não ortodoxa doutrina Católica, é localizado entre Céu e Inferno aonde as almas de crianças que não foram baptizadas encontram-se.

Na China, muitas pessoas acreditam na reencarnação. Fantasmas são almas que recusam 'reciclar-se', porque eles têm negócios não terminados, similar a crença ocidental. E dito que Exorcistas podem auxiliar um fantasma a reencarnar-se ou eliminar completamente sua existência. Nas crenças Chinesas, um fantasma além de estar desencarnado pode também tornar-se imortal, um semi-deus, ou pode ir para o inferno e sofrer pela eternidade, ou ainda pode falecer novamente e tornar-se o fantasma de um fantasma.

Tanto o Ocidente como o Oriente compartilham algumas crenças fundamentais sobre fantasmas. Eles podem vagar por lugares aonde geralmente viviam, ou aonde faleceram. Tais locais geralmente são conhecidos como assombrados; e os ciclos que eles movem-se denominados de "assombrações". Não possuem um corpo físico como os seres humanos, mas geralmente vestem-se com as roupas que eram vistos enquanto vivos.


ANÁLISE CÉPTICA


Enquanto alguns aceitam fantasmas como uma realidade, muitos outros são cépticos com relação á existência de fantasmas. Cépticos procuram explicar a aparição de fantasmas como visões relacionadas ao princípio da navalha de Occam, que argumenta que a única adequada explicação para qualquer evento ou fenómeno é a mais provável explicação.

Isto geralmente significa, a sinceridade e motivo da pessoa que narra o fato será questionada. Por exemplo, persistência de fantasmas é tipicamente associada a busca de justiça ou vingança. Atribuindo tais motivos e poderes a pessoas mortas pode ser interpretado como uma táctica de medo direccionada aqueles que podem ter assassinado alguém.

Segunda, a possibilidade de um embuste será considerada, com a narração da pessoa que é a vítima. Parece possível que, algumas vezes, o conto de histórias de fantasmas pode ter sido uma maneira de isolar comunidades e espantar intrusos. Também e acreditado, quando tais tácticas podem ter sido elaborada por membros da comunidade que se fingiam de fantasma.

Terceiro, explicações baseadas na fisiologia humana. A aparição de fantasmas geralmente está associada, com uma sensação de frio e figuras pálidas, ou semi-transparentes. Uma natural reacção ao medo é o arrepio que pode ser confundida naturalmente com o frio. O aspecto visual dos fantasmas pode também ser considerados pela fisiologia humana: a visão periférica é muito sensível na detecção de movimento, mas não retém muita cor e não oferece também formas concretas; portanto, uma cortina movendo-se ou outro movimento fora do ângulo de visão pode criar uma forte ilusão de uma figura misteriosa.

A natural ocorrência do infra-som, que são sons abaixo das frequências auditivas humanas (abaixo 20 hertz), pode provavelmente explicar a noção ou a sensação de uma presença em no ambiente, ou inexplicáveis sentimentos de ansiedade e pavor, como certas frequências infra-sónicas são conhecidas por gerar tais efeitos no corpo. A frequência de 18hz é conhecida por causar vibração no olho humano, o que pode gerar a aparição de formas pálidas na visão periférica.

Factores psicológicos são também citados como explicação para a visão de fantasmas: pessoas susceptíveis podem ser sujeitas a exagerar interpretações de percepções quando visitam um determinado local no qual ocorreram terríveis eventos históricos.

Há uma vertente de pensamento, em que o fantasma não seria necessariamente uma alma ou ser desincorporado, mas sim uma "impressão psíquica no ambiente (vulgarmente chamado Éter)" em que essa impressão seria de momentos antes a morte ou apenas um momento marcante para determinada pessoa que ficaria gravado no local...
Assim sendo, um fantasma, de acordo com essa crença, não teria noção das mudanças ocorridas ao seu redor e também não perceberia a presença de terceiros, impossibilitando assim de se comunicar com eles e de ser contactado. Essa seria uma diferença em relação aos espíritos, que teriam sim, noção do mundo ao seu redor, afectando-o.

Fantasmas geralmente são descritos como: meio transparentes, em forma de neblina, sombras ou emanando uma cor prateada. Algumas vezes manifestam-se visualmente de forma clara ou através de diferentes fenómenos como movimento de objectos, barulhos, etc. que pressupostamente não possuem uma explicação natural.





CONSELHOS ÚTEIS

O artigo aqui publicado é dirigido a pessoas que se sentem amedrontadas por fantasmas e que necessitam de apoio e de aprender a lidar com a situação.
É também um artigo bastante frontal e directo, de fácil leitura e compreensão.

Para uma grande parte das pessoas, por vezes a palavra fantasmas dá um sentido fantasiado do termo em concreto, assim, entenda-se o seguinte, um fantasma é o mesmo que um espírito de alguém que morreu mas que por qualquer motivo continua vagueando na Terra, por vezes amedrontando os vivos, isto é a definição resumida do verdadeiro sentido da palavra fantasma.


A maioria das pessoas que têm contacto com fantasmas não o divulga, pois temem que outras pessoas as considerem insanas. Assim, vivem num mundo de temor constante e isolado.

Lamentavelmente a maior parte acaba por sentir a necessidade de recorrer a meios que não levam a lado nenhum, consultando aqueles a quem vulgarmente chamamos de bruxo ou bruxa, ao fazê-lo apenas estará agravando a sua situação.

Logo, este não é um assunto de bruxas, igrejas ou religião, de facto, o nosso site mantêm uma posição bem definida de ateísmo em relação a este aspecto - não seguimos qualquer tipo de religião ou de actividade oculta. Não temos fórmulas mágicas, feitiços, nem rezas ditas milagrosas, mas sim conselhos para partilhar.

Resumindo, baseamo-nos no que os olhos vêem, no que o corpo sente e nos relatos de pessoas nesta situação.

Para si que de qualquer modo é vítima de assombração, em primeiro lugar tem de compreender que a maioria dos fantasmas não necessitam de ser expulsos, mas necessitam realmente da nossa ajuda.

No caso de existir um fantasma incomodado consigo ou com a sua família, mantenha a calma e tente perceber o que significam as suas comunicações e métodos de se exprimir.

A maior parte das vezes, os fantasmas querem simplesmente que saibamos que eles existem – pretendem assim mostrar que ainda estão vivos antes de passarem para o “outro lado” (onde quer que isso fique).

Muitas vezes, as pessoas ficam chocadas por verem que é alguém que gostavam muito. Talvez o fantasma queira apenas dizer-lhe algo antes de deixar o mundo dos vivos.

Se por acaso sentir ter um espírito ou uma energia negativa em seu redor, tente recordar alguns aspectos:

1) Ter receio de um fantasma é o mesmo que alimentar o poder do espírito mal intencionado. Não se deixe amedrontar por fantasmas. Você não tem nada a temer, porque o medo é criado na mente.

2) Dizer severamente (porem sem ofensa) para o espírito deixar este mundo e ir para onde pertence. Dizer a fantasmas negativos que verão outros espíritos que são chamados para os dirigir e guiar e que assim será tratado com amor e perdoado, não importa o que fizeram ou o que não fizeram anteriormente.

3) Se ainda assim o fantasma continuar a amedrontá-lo insista e diga-lhes para que não estejam preocupados sobre a punição, dizer-lhes que não estão sujeitos ao “inferno eternal” e que serão sempre tratados com o amor e ajudados a absterem-se de toda a culpa e serão contemplados com o perdão. Mantenha-se firme e continue seguindo estes passos até que o fantasma deixe de o perseguir. 
Leia Mais

14/09/2013

Kali


Kali, do sânscrito Kālī काली (que significa, literalmente, A Negra), é uma das divindades mais respeitadas do Hinduísmo.

No entanto, ela é a verdadeira representação da natureza e é também considerada por muitas pessoas a essência de tudo o que é realidade e a fonte da existência do ser. Deusa da morte e da sexualidade, Kali - cujo nome, em sânscrito, significa "negra" - é a "esposa" do Deus Shiva, em algumas culturas, pois segundo os Vedas, pois Shiva é transformado em Kali, que seria um de seus lados, para trazer o fim, segundo o tântrismo é a divina "Mãe" ou Pai do universo, destruidora (o) de toda a maldade. É representada (o) como uma mulher exuberante, em uma parte da India em outra comoHomem de pele escura, que traz um colar de crânios em volta do pescoço e uma saia de braços decepados - expressando, assim, a implacabilidade da morte.

A lenda conta que, numa luta entre Durga e o demônio Raktabija, este fez o desespero de Durga com um maléfico poder: cada gota do sangue se transformava em um demônio. Durga e Shiva, ao tentar matar os vários demônios que surgiam a cada gota de sangue, cortavam a cabeça (e daí nasciam mais e mais demônios). Já em desespero, surge Kali, que cortava as cabeças e lambia o sangue (daí representado pelo colar de cabeças, pela adaga e a língua de fora). Assim, dizimou os demônios-clones de Raktabija.

Mas Kali não é uma deusa ou deus do mal pois, na verdade, o papel de ceifadora de vidas é absolutamente indispensável para a manutenção domundo. Os devotos são recompensados com poderes paranormais e com uma morte sem sofrimentos.

Kali é a destruidora (o) do demônio Raktabija. E também uma das formas da deusa Parvati, esposa de Shiva.Ou segundo alguns o próprio deus Shiva. É coberta de cobras no seu em vez de roupas, e tem um colar dos crânios dos seus filhos

A figura da deusa tem quatro braços, pele azul, os olhos ferozmente arregalados, os cabelos revoltos, a língua pendente, os lábios tintos de hena e bétele. No pescoço traz um colar de cabeças humanas, e nos flancos uma faixa de mãos decepadas. Sempre é representada em pé sobre o corpo caído do esposo Shiva.

Apesar da aparência de malvada, Kali é muito mal compreendida pelas pessoas. Ela mostra o lado escuro da mulher ou do transgênero e a verdadeira força feminina. Kali é venerada na Índia como uma mãe pelos seus devotos e devotas que esperam dela uma morte sem dor ou aflitos.

Leia Mais

10/09/2013

9 Casos Brasileiros de Aparição de OVNIS



01 - Antônio Vilas Boas

Em 16 de outubro de 1957, em São Francisco de Sales, no Sul do Estado de Minas Gerais, o falecido lavrador Antônio Vilas Boas estava em seu trator, durante à noite, quando um disco voador pousou bem perto. Quando o Antônio pensou em sair correndo, se viu cercado por quatro tripulantes, que o agarraram e o levaram para dentro do disco voador. Após ter suas roupas retiradas, passaram uma espécie de creme em todo o seu corpo e também retiraram sangue do seu queixo, com o auxílio de uma espécie de agulha. Logo depois entrou uma mulher extraterrestre naquela sala e acabou tendo relação sexual com o Antônio. Após colocar as roupas, Antônio foi devolvido no mesmo lugar.

Leia Mais

07/09/2013

Virgem

Virgem - 23 de agosto a 22 de setembro

"A ti Virgem, peço que empreendas um exame de tudo o que os homens fizeram com Minha Criação.

Terás que observar com perspicácia os caminhos que percorrem, e lembrá-los de seus erros, de modo que através de ti Minha Criação possa ser aperfeiçoada.

Para que assim o faças, Eu te concedo o Dom da Pureza.
"
E Virgem retornou ao seu lugar.

Principal Característica: a vontade de fazer sempre o melhor.
Qualidades: capricho, humildade, aperfeiçoamento constante.
Defeitos: ser muito crítico, meticulosidade excessiva, mania de perfeição.

Elemento: terra
Qualidade: mutável
Polaridade: feminino
Planeta regente: Mercúrio
Exílio: Netuno
Exaltação: Mercúrio
Queda: Vênus

Signo que simboliza a necessidade de separar "o joio do trigo", concentrando-se na seleção, aperfeiçoamento e qualidade daquilo que é feito. Busca a discriminação, no sentido de atingir uma realidade "perfeita". O símbolo do signo retrata a purificação e a colheita. Características: desejo de servir e ser útil, mente prática, análise, ordem, aperfeiçoamento, dedicação, detalhe, perfeccionismo, crítica, exigência, inquietação, sentimento de culpa ou de inferioridade, timidez. O trabalho é um fator importante na vida dos virginianos, e a forma como se conduz perante ele, o afeto ou não com que realiza suas funções são determinantes para sua saúde e bem-estar. Virgem tem muito a colaborar, especialmente no aperfeiçoamento de instrumentos, técnicas e do trabalho em si.



Mitos do signo de Virgem

Na mitologia egípcia associa-se à Isis, esposa de Osíris. Para os gregos e romanos o mito de Virgem associa-se ao rapto de Perséfone, filha de Deméter (Ceres para os romanos, deusa da fecundidade e das colheitas) e Zeus.

Perséfone era uma virgem eternamente jovem e numa de suas brincadeiras no bosque entre as ninfas, foi atraída por uma flor de narciso, momento em que Hades surgiu com uma carruagem de cavalos negros e a raptou, atraindo-a para o mundo subterrâneo, a fim de ser sua esposa.

Deméter, a mãe da virgem, tentou encontrá-la, mas falhando em seu intento, ficou profundamente magoada, recolhendo-se ao interior de um santuário, negando-se a retornar ao Olimpo e permitir que a Terra fosse fecundada, enquanto a filha não voltasse ao seu convívio. Com isso, a Terra ficou sem vegetação, as colheitas se interromperam e o equilíbrio das estações foi interrompido. É feito então um acordo entre Hades, Deméter e Perséfone, segundo o qual, Perséfone passaria metade do tempo com Hades, e outra metade com a mãe. A partir daí a Terra volta a cobrir-se de verde. Outra figura mitológica associada à Virgem é a deusa Astréia, que representava o princípio de Justiça e da Harmonia. Filha de Zeus, Astréia vivia na Terra numa época em que havia a obediência às leis naturais. Com a gradual corrupção humana, ela irritou-se com a humanidade e deixou a Terra, indo para o Olimpo, transformando-se na constelação de Virgo.

Como reconhecer uma pessoa de Virgem

Tome-se um viriginiano no dia seguinte de uma festa. Ele não terá ressaca, naturalmente - bebeu e comeu com moderação. Uma amiga vai visitá-lo, e pergunta sobre a noitada. "Nós éramos quatro casais e três avulsos, eu e dois jornalistas cariocas. Os casais eram fulano e fulana, beltrano e beltrana, os anfitriões, mais dois jovens recém-chegados de Toronto. Por causa deles, falou-se inglês quase a noite toda. O sotaque dos jornalistas era sofrível. Beltrano escorregava nos erres. A moça de Toronto usava uma pulseira com duas serpentes entrelaçadas e os olhos da serpente eram da mesma cor dos brincos, e o marido estava de tênis e gravata. Um dos jornalistas acendia um cigarro a cada sete minutos e meio, o outro sempre botava duas pedras de gelo a mais no seu uísque. Fulana agora está com a mania de cruzar e descruzar as pernas sem parar, e o anfitrião ultimamente só anda ouvindo jazz, muito favorecido, alías, pela posição das caixas de som, que estava, à esquerda do..."

A amiga interrompe: "mas sobre o que vocês falaram?" "Generalidades", ele diz, continuando a descrição da aparelhagem de som. "Mas pelo menos dá para me dizer se a festa estava boa?", a amiga se impacienta. "Como?", ele parece acordar de um sonho. "Você gostou?" "Ah", conclui o virginiano, "não tive tempo de pensar nisso, mas notei que as estantes estavam cheias de poeira." À primeira vista, o virginiano pode parecer um chato, mas ninguém na festa achou isso. Ao contrário, foi o único de quem todos, igualmente, gostaram, porque ele estava tão ocupado em reparar no ambiente que mal incomodou os outros com sua presença.

Assim é o virginiano: um grande observador e classificador da vida, o Sherlock do zodíaco, sempre munido da lente de aumento capaz de detectar o menor detalhe. Às vezes um ou outro pormenor lhe escapa, como quando ele é incapaz de dizer se, no conjunto, a festa estava boa ou má. Para o virginiano, o mundo é um extraordinário maquinismo suíço, e ele prefere desmontar e analisar o relógio a perguntar que horas são. É por isso que eles são insubistituíveis. Sem eles, estes Darwins da vida social, maníacos por classificações, obsessivos por detalhes, o mundo perderia muito de suas nuances invisíveis a olho nu.

Perfil Detalhado do Signo de Virgem

Virgem assinala aquele momento em que o homem, depois de provar seu valor, sua capacidade e seu poder em Leão, percebe que é preciso colocar tudo isso às ordens de um sistema maior, pois vive em comunidade. E mais: que ainda é necessário aprimorar-se, aperfeiçoar o que criou, aceitando humildemente que não sabe nem pode tudo e que faz parte de um organismo maior.

Virgem possui um temperamento instável e nervoso, pois a própria condição de estar atento ao que precisa ser reformulado e reciclado provoca a perpétua sensação de que algo pode ser diferente, melhor, mais adequado. Apesar de poupar esforços e energia, sabe empregar onde é necessário para fazer tudo de forma diferente.

Virgem é o signo que analisa, disseca, e nesse processo, estabelece as relações com o meio em que está. Virgem é o signo do cálculo – que exacerbado leva às considerações calculistas quando inseguro - da engenhosidade, da disciplina e moderação, com pouca espontaneidade na demonstração do que sente ou pensa. Daí o interesse na alimentação, nas dietas, na saúde, medicina.

Sem uma rotina precisa e clara, se perde, tornando-se aflito, nervoso, serviçal – pois tem de encontrar um local onde possa ser útil. O ceticismo, necessário para um bom analista que percebe e observa tudo, marca sua visão de mundo. Por ser assim, a conseqüência lógica é que precisa ser crítico, muito crítico com o mundo, os sistemas e a comunidade em que vive, bem como com as pessoas com quem trabalha ou convive. O problema é que busca a perfeição, que inexiste. E ao perceber que possui falhas e pode ser também criticado, se fecha, se torna suscetível.

Na saúde, Virgem rege o intestino delgado, o órgão responsável pela quebra de moléculas dos alimentos, e a posterior distribuição, "separando o joio do trigo". As afecções desse órgão – como a colite, por exemplo – sempre manifestam um nervosismo e uma preocupação por antecipação que cerca o signo, possibilitando o aparecimento de doenças digestivas, pois possui um temperamento nervoso em que a vida mental prevalece.

Na profissão, Virgem se destaca como um trabalhador fiel, aplicado, que procura dar o melhor de si nas atividades em que seja preciso analisar, usar as mãos – pois tem alta habilidade manual – e a engenhosidade. Dono de uma percepção aguda e senso de observação desenvolvido, Virgem se dá bem em atividades relacionadas com a catalogação, em qualquer setor que seja preciso dar mostras de perspicácia, paciência. Virgem ordena, organiza e também coloca a serviço de um organismo um conhecimento, portanto sabe aplicar muito bem as teorias. A medicina e a veterinária são campos privilegiados, por causa de seus dotes naturais.

No amor, apesar de ter vontade de um relacionamento seguro, este signo sensual (mais do que romântico) é um pouco instável, procura sempre satisfazer sua curiosidade a respeito das pessoas, o que torna a palavra fidelidade um pouco elástica em sua vida. Por ser um signo que preza demais a razão, pouco afeito às demonstrações de afeto e carinho, chega a criticar tanto as pessoas que gosta, no seu afã de melhorá-las, que acaba ferindo quem ama.

Às vezes, a forte emoção descontrola seu poder de análise e critério, deixando-o totalmente à mercê de si mesmo, o que surpreende os que o conhecem pouco. Virgem precisa sempre de palavras de consolo para diminuir sua insegurança e nervosismo permanente, precisando também aprender que um pouco de romantismo aquece qualquer relação.

Seu elemento é a Terra, sua pedra é a turmalina verde, o jaspe e o quartzo esfumado, seu metal é o mercúrio, sua cor é o alaranjado. Astro regente: Mercúrio.

Análise do Virginiano

Quando sexo e amor entram em cena, você pensa, analisa. Deixar que as coisas se resolvam por si só não é sua característica. Seu signo, está associado a Mercúrio, e ele é o planeta da reflexão. O Virginiano se concentra não apenas em obter, mas também em prover o prazer. Sua Quinta Casa, o setor de seu mapa astral diretamente ligado ao sexo, é Capricórnio, associado a Saturno, o que combina com seu planeta regente Mercúrio para apresentar um quadro complicado. E esse é um de seus maiores problemas quanto ao sexo: você complica demais! Seu maior adversário na satisfação sexual é a tensão. Você se preocupa quando deveria estar dando e recebendo. Seu signo é um dos mais desafiadores e fascinantes. A satisfação e o prazer não são meras ilusões. São os seus objetivos. Você é sempre simpático, mesmo quando crítico. Um de seus maiores prazeres é dar prazer. Contudo, quando desapontado, quando a admiração mental se rompe, o mesmo acontece, com seu nível de reação. Como já sabemos, você precisa ser incentivado. Frequentemente, a ilusão substitui a realidade. Isso porque o Sétimo Setor de seu mapa solar é Peixes, associado a Netuno, o planeta da ilusão. É também essa a seção do mapa astral que indica casamento. Você é atraído por pessoas mais velhas. Deseja indivíduos com experiência. Tende a duvidar e, até mesmo, a temer o desconhecido. Você fica paralisado diante da incerteza.Você quer analisar, deduzir, formar conclusões e modificar teorias, e assim, acaba se esquecendo do prazer verdadeiro obtido através de uma experiência sexual madura e realizadora. Você é muito orgulhoso. Quando encontra o que procura, nem sempre consegue perceber. Você parece disposto à lutar contra si mesmo. Parece determinado a dificultar a sua própria vida. Dê uma chance para seus instintos. Rejeite a desconfiança, insista no prazer em vez de criticar e pare de pensar que a grama sempre será mais verde em outro lugar! Seja homem ou mulher, você é exuberante, faminto por felicidade e, certamente, pode obter essa felicidade no amor, desde que pare de se preocupar tanto com a segurança. Ninguém pode garantir o futuro, pois ele está sujeito a mudanças. Desde que esteja ciente disso, ame abertamente, livremente. Estar rico hoje não significa o mesmo de amanhã; o pobre de hoje pode ser o milionário de amanhã. Porém, se existe algo que não está sujeito a mudanças, é o verdadeiro amor. Basicamente, você tem o futuro em suas próprias mãos. O futuro é aquilo que fazemos dele e isso se aplica especialmente a você. Sexo e amor podem ser prazerosos, áreas satisfatória para você; ou pode ser de outra forma. A escolha, Virgem, é sua.

A Mãe do signo de Virgem

Ninguém melhor do que sua mãe para ensinar as pequenas e grandes verdades a respeito do mundo. Ter uma virginiana neste posto equivale a ter o melhor treinamento para a vida que alguém possa desejar. Principalmente se você nasceu com muitos planetas no elemento Ar ou Fogo.

Ela não está interessada em sonhos, mas com você irá realizar uma parte deles. Isso explica os baldes de água fria que ela lança sobre seus delírios juvenis. Por outro lado, em incontáveis ocasiões ela trabalhou em dobro para garantir um curso importante para sua formação, ou deixou de comprar vestidos durante alguns meses para ajudar na aquisição de algo que considerava de real importância para sua vida profissional.

A mãe de Virgem é crítica e parece ocupada demais. Ela tem sempre pouco tempo para se divertir com você e escolhe o cardápio com olhos de nutricionista. Por outro lado, na hora do perigo ela está sempre lá, diligente, silenciosa e cheia de humor, levantando sua moral.

O Pai do signo de Virgem

Ter um pai de Virgem não é fácil: você possui um crítico dizendo o tempo todo o que deve ou não ser feito. Para piorar, poucas vezes ele reage bem quando o criticado é ele.

O virginiano não gosta de ver seus filhos perdendo tempo com ilusões, por isso distribui sermões, que às vezes podem magoar. O pai deste signo quer que o filho seja um craque. Ele dá o maior duro para proporcionar as condições para que isso aconteça.

Para agradar esse pai, você precisa ter muita imaginação!

A Criança do signo de Virgem

A criança de Virgem tem uma natureza adaptável e prática, não sendo muito expansiva em relação aos seus sentimentos ou a sua emoção. Desde cedo demonstram ser responsáveis e, com certeza, os pais nem precisarão verificar se ela fez suas lições. A modéstia e a timidez não lhes tira o brilhantismo dos seus resultados, sempre muito elogiados. O espírito prático, crítico e inteligente pode trazer problemas para os pais menos avisados, que devem estar atentos às respostas e aos exemplos passados a ela.

Desde cedo deve ser orientada a não ser tão perfeccionista nem a buscar com tanta obstinação essa perfeição, o que poderá se tornar compulsivo nela, tornando-a uma criança intratável.

As características negativas a serem corrigidas são o senso crítico exagerado, a racionalidade, o nervosismo e o exagero.

O Futuro
Seu caráter meticuloso pode se tornar um empecilho para o seu sucesso no futuro, exigindo dos pais um cuidado redobrado. O trabalho de pesquisa e de minúcias é o seu forte, além de uma natural curiosidade a respeito do funcionamento das coisas.

A Saúde
Os pontos mais sensíveis dessa criança são os intestinos e seus órgãos auxiliares, como o fígado e o baço. Uma alimentação controlada é a melhor maneira de enfrentar suas deficiências e os pais devem estar atentos a isso. Não devem estimular nem permitir que a criança se inicie na prática da automedicação.

Como será sua Chegada em Casa?

A habilidade para agir nasce com este pequeno. O bebê de Virgem está alerta e é rápido e, ao mesmo tempo, é calmo e tranqüilo. Pode parecer contraditório, mas nos mostra claramente o futuro desta criança. Ele ou Ela são meticulosos em escolher sua comida. Não se estranhe se preferir espinafres em vez de um sorvete. Desde pequenos eles começam a ser organizados com seus brinquedos. Elas não são as crianças de multidão. Eles se sentem mais confortáveis entre a família e amigos. É um excelente companheiro para mãe que trabalha em casa. Ela ou ele a imitarão e lhe ajudará a fazer as tarefas domésticas. Eles são as crianças mais fáceis de disciplinar e aprendem as lições cuidadosamente. As críticas devem ser usadas com muito cuidado, pois causam-lhe muita preocupação e isto os leva ao estresse. Estes pequenos são bastante adaptáveis e eles têm uma habilidade inata para as artes cênicas. Assim não se surpreenda ao vê-lo interpretando um grande personagem com grande habilidade no trabalho da escola. Eles têm muito cuidado nos detalhes porque prestam muita atenção. Os estudantes de Virgem querem saber a razão e os fatores. Eles raramente questionam a autoridade, só quando eles percebem algum erro, aí erguem a mão na sala de aula pra fazer a observação ao professor. Eles precisam de muitos brinquedos educacionais e bastante livros. Saber menos que outro o torna extremamente irritável e introvertido. Você tem que substituir as necessidades físicas e de afeto. Eles nunca mostrarão seu desejo profundo de ser amado. A falta destas demonstrações deixará uma ferida funda que os afetarão em suas relações futuras. O ego do Virginiano pode suportar grande quantidade de elogios sem que para eles pareçam excessivo, quer dizer, você deve evitar de abraçá-los, beijá-los, acaricia-los e lisonjeá-los. Eles precisam muito desta vitamina emocional. Eles têm hábitos e podem reclamar se alguém leva seus pertences ou invade sua privacidade. Criticará todos os membros da família, às vezes com uma grande precisão, para surpresa de todos. Ele mostrará um grande senso de responsabilidade antes da maioria das outras crianças. Escute quando ele ou ela falarem, pois têm uma sabedoria além dos seus anos. Recorde que sua imaginação precisa de um grande espaço e motivação. Lhe dando estes sonhos garantirão um equilíbrio ao ser maduro. Como qualquer outro, este menino ou menina são os realistas do zodíaco e é por isso que eles precisam tanto da fantasia. Dê então de mãos cheias. 

O Animal de Estimação Virginiano

São animais muito esquisitos com aquilo que comem. Se lhes dá algo que eles não gostam, acredite que vai ouvir protestos muito ruidosos e, quiçá, alguns arranhões… É comum terem problemas digestivos, por isso tenha cuidado com a ração que lhes prepara. Vale a pena gastar um pouco de mais dinheiro na sua alimentação.
Se os tratar bem pode ter a certeza que vai receber gratidão, atenção, admiração e obediência. Tal como os Gémeos, os Virgem são fáceis de domar e, tal com os Touro devem ser obrigados a fazer exercício, senão transformam-se em verdadeiras bolas de pelo!

O beijo do Virginiano

Ai, por favor, hein, nada de beijos melados! - o nativo típico de Virgem lhe diria, se não fosse tímido demais para dizer uma grosseria destas. Mas é que ele acha que a quantidade de germes presentes na saliva é um absurdo, como são absurdos quaisquer beijos que passem muito além da "bitoquinha". Portanto, vá com calma se você está de olho em alguém de Virgem. Deixe os beijos eróticos, molhados, perturbadores, para os momentos propícios, quando vocês estiverem bem escondidinhos (Virgem morre de vergonha de cenas públicas). E, por favor, respeite as etapas (Virgem adora "fases", tudo muito documentado com mapas, gráficos, estatísticas). Contente-se com a bitoquinha no começo, e deixe que ele lhe reserve aquele outro beijo para o melhor momento. Com toda aquela precisão cirúrgica que só Virgem tem, podemos garantir que quem topou percorrer as "fases" não se arrependeu no fim.

Rituais para o Ano novo do Virginiano

Reúna suas lembranças desagradáveis em uma lista e lance-a no mar (ou, se não puder, em água corrente). Faça uma lista de propósitos e acrescente, em letras maiúsculas, "compaixão, tolerância, colaboração e ação". Coloque-a num vaso de copos-de-leite. Ponha num jarro sem água hastes de trigo seco e deixe na sala de visitas o ano todo. Costure um saquinho com um punhado de arroz cru dentro, mentalizando abundância. Leve-o sempre perto de você. No dia 31, no banho, derrame sobre o corpo um chá de guiné e folhas de eucalipto. Vista-se em tons de ferrugem, bege e dourado. Brinde a passagem do ano com um cálice de saquê e coma sete pedacinhos de figo seco.


Leia Mais

04/09/2013

Ares



Uma das doze divindade gregas do Olimpo, deus grego da guerra, correspondente a Marte em Roma, personificava o aspecto sanguinário e selvagem das batalhas, simbolizando a agressividade característica do espírito guerreiro. Filho de Zeus e Hera, embora incluído entre os doze maiores deuses da Grécia, seu culto não era muito difundido pela Grécia, sendo seu maior legado o Aerópago atenienese

Apesar das similaridades, o deus romano teve importância maior que o de seu equivalente grego, sem possuir nada da inconstância ou da leviandade deste. Eram realizadas celebrações em honra ao deus no Egito, na cidade de Papremis, citadas por Heródoto como o sexto festival em ordem de grandeza naquele país, onde também existia um oráculo do deus. 


Era venerado principalmente em regiões como a Trácia, onde as pessoas eram particularmente violentas, e também era muito venerado na Cítia. Guerreava pelo simples prazer de fazê-lo e não possuía nenhuma das qualidades nobres de alguns outros deuses. Encontrava-se sempre no meio de qualquer batalha sem se preocupar com qual dos dois lados estava a razão, festejava o derramamento de sangue e não se importava com quem perdesse ou ganhasse. 


Era freqüentemente desafiado por Atena, que se divertia, vencendo-o e/ou envergonhando-o. Quando ele se queixou a Zeus, seu pai, que Atena havia ajudado Diomedes a feri-lo na guerra de Tróia, Zeus chamou-o de renegado e chorão e só permitiu que sua ferida sarasse porque ele era seu filho. Em certa ocasião, lutou com Atena para se vingar dela por ter ajudado Diomedes. Mas ele perdeu de novo porque Atena jogou-lhe uma rocha com tanta força que ele foi projetado fora do céu, caindo na terra e levantando uma nuvem de poeira. Gemendo sem parar, foi socorrido por Afrodite, que o levou de volta para o céu, carregando-o em seus braços. 


Destacado por Homero em sua Odisséia, era alto e bonito, porém vaidoso e cruel e foi um dos amantes de Afrodite, deusa grega do amor e da beleza, como também de  Otréra, mãe das amazonas Hipólita,MenalipePentesiléia e Antíopa e da deusa Eos e com Cirene, a mãe de Aristeu, teve Diomedes rei da Trácia. Geralmente era retratado com uma lança, a arma preferida dos hoplitas gregos.
Leia Mais

© Dállia Negra - 2016 | Template feito por: Adorável Design | Imagens de ícones e imagem do cabeçalho por: Jaque Design