08/03/2016

Nomes de Anjos



Quer sejam mencionados na Bíblia ou em outros escritos, estes são os principais nomes de anjos de que há conhecimento, e aqueles mais usados como nomes próprios. 

 Anjos são tradicionalmente seres celestiais que funcionam como adoradores ou mensageiros de Deus. 


Miguel: Significa “quem é como Deus?”. 


Miguel é um nome masculino e tem origem no hebraico Mikhael, formado a partir da junção dos elementos mikhayáh e El, significando “quem é como Deus?”. 


Este nome é citado quatro vezes na Bíblia como um arcanjo e é tido como um símbolo de humildade diante de Deus. A base do significado do nome é uma pergunta retórica, cuja resposta subentendida é “ninguém é como Deus”. 



 O arcanjo Miguel é mencionado como um dos principais protetores do povo e também como um líder do exército de Deus e em razão desta relação, São Miguel é o padroeiro dos fuzileiros navais e dos marinheiros. 


 O nome foi encontrado pela primeira vez em Portugal no século II, através da variante Micael. Na Inglaterra medieval surgiu como Mighel e na Irlanda é considerado um dos nomes mais populares, adotado principalmente como Michael. 


 No Brasil, Miguel é um nome bastante popular. A variante feminina do nome Miguel é Micaela. 


 Normalmente, as pessoas batizadas com este nome podem receber apelidos carinhosos de amigos e familiares, como Mica, Mi, Guel ou Miguelito, por exemplo. 


 Uma das personalidades históricas mais populares com este nome está o escritor espanhol Miguel de Cervantes, muito conhecido através da sua obra de 1605 “Dom Quixote”.


 Equiparado ao escritor inglês William Shakespeare, o trabalho de Miguel de Cervantes é até hoje considerado um dos mais importantes da literatura, tanto que a sua língua nativa, o castelhano, muitas vezes é intitulado como “a língua de Cervantes”. 


 Origem: Hebraica, Bíblica 


 Gabriel: Significa “homem de Deus”, “homem forte de Deus”, “fortaleza de Deus”, “mensageiro de Deus”. 


Gabriel tem origem no hebraico Gabriel,composto pela união dos elementos gébher, que significa “homem, homem forte” e elque quer dizer “Deus” e significa “homem de Deus", "homem forte de Deus" ou "fortaleza de Deus”. 


É nome de um personagem da Bíblia citado diversas vezes, tanto no Velho Testamento, quanto no Novo Testamento. Apareceu para anunciar à Maria que ela seria a mãe do tão aguardado Messias. Em outra passagem, Gabriel apareceu a Zacarias para anunciar o nascimento do seu filho João Batista. Por ter sido portador de boas novas, Gabriel é tido como um arcanjo, um tipo de anjo mensageiro, e por isso também é tido como o “mensageiro de Deus”. 


 Em razão do simbolismo atribuído a São Gabriel, é um santo muito venerado, tornando-se padroeiro das telecomunicações e da diplomacia. De acordo com a tradição islâmica, Gabriel foi quem transmitiu ao profeta Maomé as revelações que deram origem ao Alcorão.


 Apareceu pela primeira vez na Inglaterra por volta do século XII, nas formas Gabel e Gabell. Não foi um nome muito comum entre os falantes da língua inglesa até o final do século XX. 


Origem: Hebraica, Bíblica 


Rafael: Significa “Deus curou” ou “curado por Deus”. 


O nome Rafael tem origem no hebraico Rephael, nome composto pela união dos elementos Repha,significa “curou” e el, que quer dizer “Deus”, e significa “Deus curou" ou "curado por Deus”. 


No cânon católico, Rafael é mencionado no livro apócrifo de Tobias como um dos sete arcanjos. Algumas tradições dizem que este anjo teria curado a cegueira do pai de Tobias. Além da tradição hebraica, São Rafael é referido também no cristianismo, judaísmo e islamismo, principalmente por ter sido o arcanjo que anunciou o fim dos tempos, chamado muitas vezes de Juízo Final. 


 Não foi um nome muito popular nos países de língua inglesa, apesar de ter sido comum em outros países da Europa. Por influência da simbologia religiosa, foi um nome muito adotado pelos primeiros cristãos na Idade Média, principalmente entre os italianos, além de ser também muito popular entre os judeus. 


 Este também foi o nome do pintor e arquiteto renascentista italiano vivido entre os anos de 1483 e 1520, Rafael Sanzio, originalmente chamando em italiano como Raffaello Sanzio. Foi um pintor que receber muitos convites do Vaticano na época e possui diversos afrescos espalhados por várias igrejas e capelas no Estado pontifício. 


Origem: Hebraica 


Samuel : Significa “Nome de Deus” ou "Deus ouve". 


O nome Samuel tem origem no hebraico Shemu’el, que quer dizer literalmente “seu nome é Deus”. O primeiro elemento tem relação com o aramaico shem, shem, shum, que significa “nome” e o segundo, El, quer dizer “Deus, Senhor”. 


Trata-se, assim, de um bonito nome teofórico tendo em conta ter o nome de Deus a ele incorporado. 


 É um nome bíblico, citado no Antigo Testamento no livro que leva o seu nome como o último juiz dominante. De acordo com a Bíblia, a mãe do profeta Samuel, Ana, não conseguia ter filhos e fez um voto a Deus que se tivesse um filho o entregaria para servir a Deus. 


 Após o seu nascimento, Samuel foi entregue ao templo de Silo e ficou conhecido por ter ungido Saul para se tornar o primeiro rei de Israel. Após Saul ter abusado de seus poderes reais, Samuel ungiu Davi como seu sucessor. 


 O nome Samuel surgiu na Inglaterra a partir do século XII, como Samuel e Samwell. Foi popularizado somente após a Reforma Protestante, se tornando um dos nomes mais comuns neste país. 


 Na Escócia, o nome Samuel foi adotado para substituir o nativo Somerled, e até hoje é utilizado desta forma pelos falantes dos idiomas inglês, francês, espanhol, sueco, entre outros. 


 Samuel também foi um nome bastante popular entre escritores e poetas britânicos, como Samuel Beckett e Samuel Butler. 


 Os meninos registrados com esse nome podem afetivamente ser chamados de "Samu" ou "Samuca". 


 Origem: Hebraica, Bíblica 


 Lúcifer: Significa "estrela da manhã", "filho da alva" ou "o que brilha", "o que traz luz". 


Tradicionalmente é um dos nomes atribuídos ao diabo, também conhecidona Bíblia Cristã como Satanás. 


A palavra lucifer foi usada na versão em Latim da Bíblia, a Vulgata, para traduzir a palavra hebraica heylel. Era o nome dado ao planeta Vênus, e na passagem de Isaías 14:12, de onde é retirado, está se referindo a um rei babilônio:


 “Como caíste desde o céu, ó Lúcifer, filho da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações!” 


 Apenas mais tarde os cristãos começaram a associar o nome Lúcifer ao diabo, aplicando a passagem em Isaías como descrevendo o que aconteceu à Satanás quando caiu do céu. 


 No entanto, como a associação de Lúcifer ao demônio só se intensificou a partir do século IV, antes disso este nome era completamente normal, como qualquer outro da época. Era bastante usado pelos cristãos, na verdade. Uma prova disso, é um dos personagens que mais causa contradição (ou mesmo confusão) na cultura católica contemporânea: Lúcifer de Cagliari. 


 Lúcifer era um bispo da igreja cristã que viveu durante o século IV e que era contra a doutrina do Bispo Arius, que dizia que Jesus Cristo era uma "criatura de Deus" e não "o Próprio Deus", doutrina essa que derrubava a Santíssima Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo). 


 Lúcifer de Cagliari foi santificado, conhecido atualmente como São Lúcifer. Existe apenas uma igreja no mundo em sua homenagem, na cidade de Cagliari, na Itália. 


 O Dia de São Lúcifer é comemora em 20 de maio. 


 Origem: Hebraica 


 http://www.dicionariodenomesproprios.com.br/anjos/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Dállia Negra - 2016 | Template feito por: Adorável Design | Imagens de ícones e imagem do cabeçalho por: Jaque Design